PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Neto revela mágoa com pai de Neymar: 'Pediu para quebrar meu tornozelo'

Neto, apresentador do Os Donos da Bola  - Instagram
Neto, apresentador do Os Donos da Bola Imagem: Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/10/2021 11h26Atualizada em 27/10/2021 16h18

Apresentador e comentarista da TV Band, Neto foi questionado durante uma live no canal "Pilhados", no YouTube, sobre suas constantes críticas a Neymar. O apresentador negou que tenha algum problema pessoal com o jogador, mas revelou que há um ressentimento em relação ao pai do atacante do PSG (assista abaixo).

O motivo? O pai de Neymar teria oferecido dinheiro ao ex-jogador Amaral para "quebrar o tornozelo" de Neto durante uma partida amistosa em um evento em que os três participaram juntos. O apresentador gostaria de um pedido de desculpas, mesmo entendendo que tudo pode ter sido uma brincadeira de mau gosto.

"Sobre o Neymar, a maior treta foi com o pai dele, que pediu para o Amaral quebrar meu tornozelo em um jogo treino por 3 mil dólares. O Amaral falou para a gente. Acho que a gente estava em um evento e o pai do Neymar falou: 'Não quer ganhar 3 mil dólares para quebrar o tornozelo do Neto?'. Aí, o Amaral contou para a gente ao vivo. É uma brincadeira que não pode fazer. Eu não torço para o filho dele se machucar. O Amaral e ele que tem que falar se foi sério ou não. Ele deveria se desculpar", disse Neto.

O UOL Esporte procurou a assessoria do jogador e de seu pai para um posicionamento sobre o assunto, mas foi informado de que o tema não será repercutido por eles.

O apresentador ainda disse que suas expectativas sobre Neymar são muito altas - talvez maiores que as do próprio jogador. Neto admitiu que muitas vezes se decepciona com os resultados do atacante dentro de campo por achar que ele tem potencial para ser o melhor jogador do mundo.

"O que eu já elogiei o Neymar quando ele jogava no Santos e no Barcelona é uma coisa impressionante. Impressionante. Talvez eu espere mais do Neymar do que ele mesmo. Eu queria que ele tivesse ganho três Bolas de Ouro. Minha cobrança é que ele ganhasse a Bola de Ouro e não que o Messi e o Cristiano Ronaldo tivessem onze", declarou.

"O Neymar se vitimiza. Isso que eu não gosto. Não vejo o Cristiano Ronaldo se vitimizando, o Lewandowski? E o Neymar é a grande referência nossa. Aí, quando ele fala que está de 'saco cheio', que não vai jogar a Copa de 2026, eu fico put*, porque, primeiro, ele tem que ganhar a Copa de 2022. Se ele chegasse e falasse que não quer jogar a Copa de 2022, eu ia pensar que ele precisa de ajuda. A gente não pode massacrar.. Mas ele falou de 2026", finalizou.

UOL Esporte vê TV