PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Modelo diz que fez programa com Murilo Becker; atleta nega

Murilo Becker, jogador de basquete, negou conhecer a modelo Vanessa Vaz - Divulgação/CBB
Murilo Becker, jogador de basquete, negou conhecer a modelo Vanessa Vaz Imagem: Divulgação/CBB

Gustavo Setti

Do UOL, em São Paulo

14/09/2021 14h07

A modelo e ex-acompanhante de luxo Vanessa Vaz afirmou que recebeu dinheiro do jogador de basquete Murilo Becker em troca de sexo em 2015. O atleta nega.

Vanessa, que é uma mulher transexual, disse que conheceu Murilo por meio de um anúncio em um site de namoro e que não sabia que ele era um jogador de basquete. "Ele entrou em contato comigo no dia 27 de novembro de 2015. Eu o atendi em casa e cobrei o valor da hora, R$ 300", contou ao canal do YouTube Na Real com Bruno Di Simone.

A modelo também disse que imaginou que Murilo fosse casado. "Homens, quando procuram mulheres trans, querem algo a mais. A gente não tem muita intimidade com o cliente. Nesse caso, por exemplo, foi uma relação profissional e não um envolvimento. Foram dois atendimentos de uma hora cada, nos dias 27 e 28 de novembro", declarou a modelo, que ainda contou que Becker se sentiu "muito à vontade, foi gentil, educado, super carinhoso e, em momento algum, agressivo".

A modelo Vanessa Vaz afirmou que recebeu dinheiro do jogador de basquete Murilo Becker em troca de sexo em 2015 - Reprodução/Youtube - Na Real com Bruno Di Simone - Reprodução/Youtube - Na Real com Bruno Di Simone
A modelo Vanessa Vaz afirmou que recebeu dinheiro do jogador de basquete Murilo Becker em troca de sexo em 2015
Imagem: Reprodução/Youtube - Na Real com Bruno Di Simone

Vanessa declarou ainda que acredita que o jogador não a procurou outras vezes porque mais porque queria "algo a mais". "Não procurou mais vezes porque eu não pude satisfazer ele. Ele, com certeza, estava procurando uma trans mais ativa. No meu caso, eu era muito passiva porque eu já estava fazendo tratamento hormonal naquele período para fazer a cirurgia. Vi que não era o que ele estava procurando."

A modelo afirmou que resolveu se manifestar sobre o programa após Becker ser acusado pela ex-esposa, a influenciadora digital Patricia Pontes, de agressão.

Segundo a modelo, Patricia entrou em contato com ela pela primeira vez em novembro de 2017. "Ela pegou meu contato no telefone dele, me mandou mensagem, e eu a bloqueei. Depois, quando ela foi agredida, liguei para ela e falei se ela quisesse conversar comigo. Foi quando ela entrou em contato comigo, e a gente conversou", falou Vanessa.

"Me solidarizei porque o caso dela [agressão] foi muito triste. A gente não quer isso para ninguém, e a gente que é trans passa isso em cada momento na vida da gente, então, a gente não quer... A gente quer sempre apoiar as mulheres. A gente jamais vai aceitar isso."

As duas desenvolveram uma relação de proximidade e têm conversado com frequência, segundo Vanessa, que diz ter aconselhado a ex-mulher do jogador. "A palavra de conforto que eu falo sempre para Patrícia, quando eu ligo para ela, é que ela seja forte porque isso vai passar. Se a gente não calar, se a gente fizer barulho para imprensa, para mídia, isso não vai ficar impune. Eu peço para ela ter força, nunca desistir, nunca se calar, buscar ajuda sempre que ela precisar. E cada dia que eu falo com ela, a gente conversa e uma entende a outra."

"Não tenho nenhum contato com ele, muito menos medo de ameaça. Penso na vítima. Não posso me calar, nem temer. Penso nos filhos. Estou falando a verdade."

Murilo Becker nega

Em comunicado enviado ao UOL, Murilo Becker negou que tenha feito sexo com Vanessa e disse que não conhece a modelo.

"Gostaria de deixar claro que todas as alegações de que no passado traí minha ex-mulher são inverídicas. Em relação às recentes declarações de Vanessa Vaz, esclareço que não a conheço e sequer a vi em minha vida", afirmou.

O jogador ainda declarou que os advogados dele "estão cientes de todas as alegações mentirosas que estão divulgando, e todas as medidas já estão sendo tomadas".

"Como podem perceber, as histórias contadas são repletas de contradições, pois são mentiras. Inicialmente, falaram que traí minha esposa com Vanessa enquanto estava grávida dos meus filhos. Em recente entrevista, Vanessa relata que foi em 2015, um ano após meus filhos terem nascido. Há muitas contradições e inverdades", disse Becker.

Acusação de agressão

A ex-esposa de Becker revelou ter sido agredida pelo esportista no Dia dos Pais. O caso foi publicado com exclusividade pelo site "Metrópoles" e confirmado por ela no Instagram. A agressão ocorreu em São José dos Campos, interior de São Paulo.

No relato ao veículo, Patricia disse que Becker passou a data comemorativa ao lado dos quadrigêmeos do casal — os filhos da dupla têm 7 anos e têm paralisia cerebral. Ela revelou que havia combinado com Murilo que ele levaria os filhos de volta para a casa dela até o fim da noite de domingo, o que teria ocorrido apenas na madrugada do dia seguinte. Patricia afirmou que a agressão ocorreu após questionar o motivo da demora a Murilo.

A influenciadora acusou o esportista de arremessar um dos tênis das crianças em seu rosto, ter dado um murro em sua boca e quebrado seu celular.

"Ele acertou primeiro o meu nariz, que ainda está com um osso sobressaltado. Peguei o celular do bolso e disse que estava gravando. Mas ele não parou e veio para cima de mim. Sentia muita dor, mas ficava de pé. Com o murro nos dentes, não lembrava muita coisa, fiquei no chão. Tenho testemunhas", falou ela ao Metrópoles.

Becker, por meio de seus advogados, afirmou que nunca praticou violência contra mulheres e alegou que a ex está tentando se "promover nas redes sociais, expondo inclusive seus filhos para tanto".

A Secretaria de Segurança de São Paulo informou que o caso foi registrado na Delegacia da Mulher de São José dos Campos, que "investiga a lesão corporal, bem como o descumprimento de medida protetiva". O caso está em andamento sob segredo de Justiça.

Basquete