PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Neto detona Lucas Lima por saída noturna e sobra até para Neymar

Neto, no Os Donos da Bola, da TV Band - Reprodução/TV Band
Neto, no Os Donos da Bola, da TV Band Imagem: Reprodução/TV Band

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/06/2021 13h34

Logo na abertura do Os Donos da Bola, hoje, o apresentador Neto detonou a atitude de Lucas Lima, flagrado em uma festa clandestina por torcedores palmeirenses e afastado e multado pelo clube. O ex-jogador disse que falar do caso era contra sua vontade, já que ele estaria 'batendo em cachorro morto'.

"Não é o meu perfil como pessoa vir aqui no programa para dar audiência em cima do Lucas Lima. Ainda mais em cima de cachorro morto. Eu não costumo chutar cachorro morto. Eu costumo chutar presidente da República, governador do Rio, que lá não recebe faixa, recebe tornozeleira, eu gosto de falar do que acontece no país, do menino em Jundiaí que dormiu no bueiro, da cracolândia, que 95% são doentes. Eu falo de futebol. Não falo só de futebol. Eu. E os outros falam o que quiser", disparou Neto.

"Agora, espera aí. Se é um restaurante, ele está errado porque já tinha passado das 21h. Você é tão pipoqueiro, mas tão pipoqueiro, que não bateu de frente com os caras, que estavam todos sem máscara. Quem eram eles para te criticar? Quem são vocês, torcedores do Palmeiras, que fizeram festa dos títulos da Libertadores e da Copa do Brasil, que fizeram festa sem máscara [para criticar o Lucas Lima]?", continuou.

Neto criticou Lucas Lima por, aparentemente, ignorar o momento técnico ruim que vive no Palmeiras e se envolver em uma polêmica que pode prejudicá-lo ainda mais no clube.

"E mais, a hipocrisia das pessoas que fazem televisão. Não era hipocrisia falar de praia, de restaurante? Hoje quer dar cacete no Lucas Lima. Se der audiência ou não, não estou nem aí", disse.

"Mas, Lucas Lima, a gente está em uma fase tão difícil da vida, você não está jogando nada, a gente vai colocar seus números. Você foi no restaurante (...) e ficou para ver o jogo do Neymar, que é seu parceiro", acrescentou.

Em outro momento do programa, Neto falou da humilhação sofrida por Lucas Lima com toda a situação envolvendo a torcida do Palmeiras - e o clube, que perdeu três funcionários por covid-19 na semana - e chamou o meia de 'moleque'.

"A humilhação que você passou, Lucas Lima, é uma vergonha para você, seu pai, sua mãe. Essa humilhação, eu não passo e nunca passei. Eu jamais passaria. Aqui é homem. Não sou moleque igual você. Você é moleque. O que você fez, tendo três pessoas que morreram na Sociedade Esportiva Palmeiras essa semana: um podólogo, que cuidava do seu pé, um segurança e um engenheiro e você ter a cara de pau de ir em uma festa e tomar pressão da torcida, você está de brincadeira - e sem máscara ainda. Todo mundo sem máscara"

Críticas a Neymar

Assim que citou o nome de Neymar, Neto já emendou uma série de críticas ao atacante do PSG. O apresentador ironizou o desabafo do jogador após a vitória do Brasil sobre o Peru por 4 a 0, ontem, pela Copa América, ressaltando os grandes problemas de Neymar.

"E o Neymar, por sinal, disse, depois do jogo contra o Peru, que estava emocionalmente mal porque a vida dele está um inferno há dois anos: festa em Mangaratiba, helicóptero, umas youtubers. (...) E ele chorou ontem contra o Peru, último colocado da Copa América!", complementou Neto.

"Aí, festa em Mangaratiba, renovou contrato com o PSG até 2025, é o camisa 10, vai alcançar o Pelé, não tem nenhuma Copa do Mundo, não jogou mais que o Cafu na seleção, mais que o Ronaldo, que o Romário, o Pelé tira de lado. Tomou uns tabefe na orelha da moça - e foi bem por não revidar. Ah, vem chorar depois depois de um jogo contra o Peru, que a única coisa boa lá é o Ceviche, um time desgraçado de ruim", acrescentou o apresentador.

Neto ainda criticou o fato de os comentaristas exaltarem Neymar enquanto, na opinião dele, se esquecem de jogadores que foram mais importantes para a seleção brasileira, como Amarildo, Garrincha e Zagallo.

"'Ah, mas vai alcançar o Pelé'. Em quê? Em número de gols? Mas e em título? Pelé é Pelé, Romário, Rivaldo, vocês esquecem do Garrincha, do Amarildo. Esse país é tão ruim, que esquece do Jairzinho, que fez gol em todos os jogos da Copa de 1970. Nem o Pelé fez. E se não fosse o gol dele contra a Inglaterra, não seria campeão. Esquece do Zagallo. O que o Neymar fez?", finalizou o apresentador.

UOL Esporte vê TV