PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Ex-treinador ameaçou Mike Tyson de morte após episódio de assédio

Mike Tyson após luta contra Roy Jones Jr em Los Angeles - Joe Scarnici/Getty Images for Triller
Mike Tyson após luta contra Roy Jones Jr em Los Angeles Imagem: Joe Scarnici/Getty Images for Triller

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/05/2021 09h10

O ex-treinador de Mike Tyson, Teddy Atlas, fez uma forte revelação em participação no documentário 'Mike Tyson - O Nocáute', recém-exibido no canal norte-americano 'ABC'. Segundo o profissional, uma briga entre os dois acabou com ameaça de morte e até 'revólver na cabeça'.

Segundo Teddy, os dois se desentenderam após Tyson 'tocar inadequadamente' em sua cunhada, o que casou o um grande desconforto. Logo, tomou a atitude de dar um susto no ex-boxeador.

"Eu sabia o que estava preparado para fazer. Eu ia matá-lo se precisasse. Ele me viu chegando. Eu coloquei a arma na cabeça dele e disse a ele que ele nunca mais se aproximará de ninguém da minha família novamente", recordou.

Ainda no assunto Atlas revelou que foi até o fim com a ameaça e fez com que Mike caísse no chão de medo da possibilidade de sofrer maiores consequências.

"Vi o que ele fez e colei a arma na orelha dele. Comecei a puxar o gatilho e no último segundo tirei da orelha. Aí atirei e ele caiu no chão com a mão na orelha", pontuou.

O episódio aconteceu quando Mike Tyson tinha cerca de 15 anos. Em seu livro, 'Mike Tyson - A verdade nua e crua', o boxeador confirmou o ocorrido e disse que se arrepende muito do que fez na ocasião.

"Eu estava me divertindo e apertei a bunda dela e não deveria ter feito isso. Foi uma coisa estúpida. Eu não pensei direito… Assim que fiz me arrependi, imediatamente", revelou.

MMA