PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

'Cumprimos todos objetivos', diz Enderson Moreira após saída do Fortaleza

Enderson Moreira, ex-treinador do Fortaleza, em entrevista ao "Seleção SpoTV" - Reprodução / SporTV
Enderson Moreira, ex-treinador do Fortaleza, em entrevista ao 'Seleção SpoTV' Imagem: Reprodução / SporTV

Do UOL, em São Paulo

26/04/2021 16h19

Eliminado pelo Bahia da Copa do Nordeste no último sábado (24), o Fortaleza comunicou a demissão do técnico Enderson Moreira. A derrota para o Esquadrão nos pênaltis custou o trabalho do treinador.

Enderson comandou o Fortaleza em 23 jogos, conquistando 12 vitórias, quatro empates e sete derrotas no período, um aproveitamento de 57,9%. Na primeira fase da Copa do Nordeste, o time foi o líder da fase de grupos, com 17 pontos.

Em entrevista ao 'Seleção SporTV', o treinador se disse surpreendido com a decisão pela troca de comando.

"É claro que não estava esperando ser demitido do Fortaleza. Estava fazendo uma reformulação no ano passado, não tivemos tempo nenhum de pré-temporada, tivemos que fazer os ajustes durante as competições. É claro que a equipe não estava jogando o melhor futebol que o grupo poderia entregar porque é um processo que leva tempo para mostrar resultados. Agora, acredito que conquistamos os resultados que a gente esperava e que foi traçado pela direção. Não tem um objetivo colocado pela direção do Fortaleza que não tenha sido cumprido. Conseguimos a classificação na Copa do Brasil, mantivemos o clube na Série A no ano passado, que era um grande desafio", disse o treinador.

Enderson admitiu que embora o desempenho da equipe estivesse abaixo do esperado, os resultados eram satisfatórios e enxergava evolução no trabalho.

"Sinceramente, não consigo entender o que aconteceu. Não havia indícios para que fosse necessária a troca de treinador. A gente tinha resultados interessantes, com bom nível de aproveitamento. O que eu percebia, é que o torcedor talvez tivesse uma expectativa diferente do que a gente tinha até o momento. Tivemos três confrontos contra Bahia e Ceará, que são clubes da Série A, e tivemos dois empates e uma vitória. Para mim, era uma resposta importante que o trabalho estava no caminho certo. Claro que fiquei surpreso com a demissão, porque os resultados não condizem com o processo de troca de treinador", completou.

O técnico foi anunciado pelo clube no dia 7 de janeiro e o contrato era válido até o final de 2021. Além do Leão do Pici, o treinador já esteve no comando do Ceará, Cruzeiro e Goiás.

Com a eliminação do Regional e a falta de previsão para o início do Campeonato Cearense, o Fortaleza só volta a campo dia 30 de maio, contra o Atlético Mineiro, pela primeira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, no Estádio Independência. Pela terceira fase da Copa do Brasil, o Leão do Pici jogará contra o Ceará.

UOL Esporte vê TV