PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Únicos nordestinos na Sul-Americana reeditam final de 2020 do Nordestão

Bahia e Ceará, pelo primeiro confronto da Copa do Nordeste em 2020 - Felipe Oliveira / EC Bahia/ Fotos Públicas
Bahia e Ceará, pelo primeiro confronto da Copa do Nordeste em 2020 Imagem: Felipe Oliveira / EC Bahia/ Fotos Públicas

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

24/04/2021 23h49

A final da Copa do Nordeste 2021 será uma reedição da decisão de 2020 e será protagonizada pelos únicos representantes nordestinos na Copa Sul-Americana. Na noite deste sábado (24), no Castelão, o Bahia eliminou o Fortaleza nos pênaltis por 4 a 2. O Ceará, um pouco mais cedo, eliminou o Vitória por 2 a 0.

O Vozão tenta se igualar ao Bahia no número de títulos do regional. Os baianos venceram as edições de 2001, 2002 e 2017. Já a equipe cearense venceu em 2015 e 2020 e está em busca da terceira conquista. O tricolor baiano, por outro lado, busca se igualar ao Vitória, maior campeão da Lampions, com quatro títulos conquistados.

O resultado deste sábado também eliminou a possibilidade de um novo Clássico-Rei entre Fortaleza e Ceará, como vai acontecer pela terceira fase da Copa do Brasil. A final deste ano do regional será disputada em duas partidas, com a primeira marcada para o próximo sábado (1º) e a segunda, no dia 8.

Para o primeiro duelo da Copa do Nordeste, no entanto, o Bahia chega em vantagem, já que não vai precisar fazer uma viagem internacional no meio da semana para enfrentar o Guabirá, da Bolívia. A partida acontece na terça-feira (27), no Estádio Pituaçu, em Salvador, às 19h15.

O Ceará, por outro lado, vai enfrentar o Arsenal de Sarandí, no estádio Estádio Julio Grondona, também na terça-feira, só que na Argentina, às 21h30, e precisa voltar ao Brasil e se preparar para a partida de sábado.

Com 20 gols marcados, o Bahia tem o melhor ataque do Nordestão. O setor é comandado pelo centroavante Gilberto, que já balançou as redes sete vezes e é o artilheiro da competição. Enquanto isso, o Ceará marcou 19 gols na Copa do Nordeste, um a menos que o seu adversário. Com esses números, as equipes protagonizam os melhores ataques da competição.

Em compensação, a defesa do esquadrão tricolor levou nove gols durante o regional, Já o Ceará levou apenas três durante todo o torneio, sendo todos na fase de grupos.

Futebol