PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Comentaristas da TV Band criticam Luiz Adriano: 'Irresponsabilidade'

O jogador Luiz Adriano, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol.  - Cesar Greco
O jogador Luiz Adriano, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/04/2021 12h52

Na edição de hoje do Jogo Aberto, da TV Band, os comentaristas foram unânimes em criticar o comportamento de Luiz Adriano, atacante do Palmeiras, que, após testar positivo para covid-19, saiu de casa para levar sua mãe a um supermercado e se envolveu em um acidente na saída do local.

Denílson afirmou que as ações de Luiz Adriano mostram "grande irresponsabilidade" do jogador palmeirense. O comentarista afirmou que a punição do Palmeiras ao seu atleta é justa e que o atacante poderia ter evitado toda a situação.

"Acho justa a punição do Palmeiras. Foi uma grande irresponsabilidade do Luiz Adriano. No caso do Gabigol no cassino, falamos sobre protocolo, cuidado. Poderia ter sido evitado pelo Luiz Adriano e por sua mãe. Não pode dar brecha para a covid-19. Fica em casa e não põe a vida de outra pessoas em risco", opinou Denílson.

Edílson citou seu próprio exemplo, como alguém que cometeu muitos erros durante a carreira de jogador de futebol, mas argumentou que uma atitude como esta, de Luiz Adriano, que coloca em risco outras pessoas, é inadmissível.

"Eu confesso que, quando vi a notícia do Luiz Adriano, fiquei triste e preocupado. Na minha carreira como jogador de futebol, eu já errei muito: de brigar com treinador, jogador. Eu era um pouco marrento. Mas esse tipo de erro é inadmissível, não pode acontecer. E envolve outras pessoas. Quando envolve outras pessoas, como a mãe, não pode. Não tinha necessidade disso. O Luiz Adriano poderia pagar alguém para levar a mãe ao supermercado ou até contratar o serviço de delivery. Ele não pode sair. Foi um mau exemplo. Situação muito ruim para o Luiz Adriano", afirmou Edílson.

Para Ulisses Costa, a pior parte de toda a história, incluindo o atropelamento do ciclista na saída do estacionamento de um shopping, foi que Luiz Adriano tinha ciência de que estava contaminado. O narrador afirmou que o comportamento pode ser considerado até 'criminoso'.

"Estar contaminado, saber disso, e sair na rua é a pior coisa que o Luiz Adriano fez. É até criminosa a atitude. Pode dar um problema sério para ele"

O comentarista Heverton Guimarães opinou que Luiz Adriano não agiu como um bom cidadão e criticou o pedido de desculpas do atacante nas redes sociais, ressaltando que ele é um exemplo para os torcedores e tem uma responsabilidade maior que outras pessoas.

"Ele colocou muita gente em risco, não só o rapaz da bicicleta. Ele sabendo que tinha covid, o clube dizendo o que deveria ser feito, ele não poderia sair de casa. Faltou responsabilidade de cidadão ao Luiz Adriano. Se é o Neymar, o mundo cairia sobre a cabeça dele. É um absurdo para qualquer um, mas é mais ainda para o Luiz Adriano, que é um exemplo para o torcedor e não adianta vir com conversinha mole em rede social. Ele colocou a vida de muita gente em risco por um ato de irresponsabilidade", destacou.

Mais críticas no Os Donos da Bola

O assunto ganhou destaque também no Os Donos da Bola, atração exibida na TV Band na sequência do Jogo Aberto. O comentarista Velloso defendeu que a punição de Luiz Adriano pelo Palmeiras deve ser rígida e exemplar para o clube e para a sociedade.

"É muito sério, é uma irresponsabilidade sem tamanho. A gente sabe o que está acontecendo no mundo por causa da covid-19. E aí, uma pessoa que tem o teste positivo vai no supermercado - e pior, com a própria mãe. É um caso muito sério de não respeitar a vida do outro, da própria mãe. O Palmeiras tem que ser duro com o Luiz Adriano, punir mesmo, afastar mesmo. Tem que ser exemplo - e não só no Palmeiras, mas para a sociedade", declarou Velloso.

Souza, também presente no programa, destacou que alguns jogadores acham que são 'super-homens' e exaltou o posicionamento do Palmeiras de punir o atleta.

"Jogador tem que entender que não é super-homem. Acha que não vai acontecer nada, que pode ir no supermercado. É uma irresponsabilidade muito grande. É gloriosa a atitude do Palmeiras em se pronunciar, falar que vai multar. A gente fica discutindo a volta do futebol e atitudes como esta jogam tudo 'por água abaixo'. Estamos em uma crise muito grande. Um atleta de futebol com covid, com sua mãe dentro do carro é triste", opinou o ex-jogador do São Paulo.

O narrador e comentarista Canhão condenou a atitude de Luiz Adriano, ponderou que seus colegas de time foram colocados em risco e citou o próprio exemplo ao reiterar a gravidade do coronavírus.

"O que fez o Luiz Adriano é coisa de ser humano que merece repúdio. Eu senti na pele isso. Eu peguei e minha mãe morreu disso. Imagino que alguns jogadores do Palmeiras devem pensar que o Luiz Adriano está maluco. Ele também colocou os colegas em risco. É um absurdo a atitude do ser humano Luiz Adriano", complementou.

UOL Esporte vê TV