PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Diego diz que Fla demorou a encontrar outra forma de vencer sem Jorge Jesus

Jorge Jesus, durante partida entre Benfica e Famalicão - Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images
Jorge Jesus, durante partida entre Benfica e Famalicão Imagem: Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/03/2021 23h44

Apesar do título do Campeonato Brasileiro conquistado na última semana, o Flamengo ficou abaixo das expectativas em outras competições na temporada 2020, sendo eliminado precocemente na Copa Libertadores da América e na Copa do Brasil. O meio-campista Diego Ribas entende que o time rubro-negro perdeu tempo entre as trocas de técnico até se adaptarem a novas ideias de jogo.

"Viemos desse trabalho com o Jorge Jesus, veio outro treinador, nós tínhamos as ideias, mas o Jorge Jesus não estava mais ali. Tínhamos que ter encontrado outra forma de vencer. Perdemos algum tempo. Responsabilizo os jogadores, a comissão técnica envolvida. Essa questão atrasou um pouco e vieram decepções. Assim, tudo ficou mais difícil. Às vezes, não dá tempo de se recuperar em uma competição que poderíamos vencer", disse Diego em entrevista ao Bem, Amigos!, do SporTV, hoje.

"Acho que entendemos que tínhamos que voltar a competir, vencer de uma outra forma. Essa situação gerou incômodo por muito tempo. O Rogério teve o mérito de mudar as coisas e ter o mesmo resultado, que foi vencer", continuou.

Experiência com Dome

Diego elogiou o trabalho de Domènec Torrent, mas avaliou que o treinador deveria ter tentado a implantar suas ideias logo de chegada, para que o time pudesse se recuperar nas competições caso houvesse algum impacto.

"O Dome é um ótimo treinador, mas existe uma diferença muito grande de um treinador europeu chegar e pegar um Flamengo que vinha de um ano fantástico. Tem a responsabilidade dos jogadores, que achamos que era só manter o jeito de vencer e o Dome nos respeitou bastante, esperou para ir colocando as ideias dele. Talvez se ele colocasse as ideias desde o começo, a gente se acostumasse. Ele foi muito competente, mas essas situações fizeram com que a gente não alcançasse alguns objetivos no ano", opinou Diego.

UOL Esporte vê TV