PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Globo sofre com "A Fazenda" e fortalece chamadas para o pós-jogo do futebol

Paulo Nunes durante o programa Segue o Jogo; atração disputa audiência com "A Fazenda" - Reprodução/Globo
Paulo Nunes durante o programa Segue o Jogo; atração disputa audiência com "A Fazenda" Imagem: Reprodução/Globo

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

15/10/2020 10h36

A Globo colocou em prática na noite de ontem (14) uma tática para tentar evitar que o programa "Segue o Jogo", apresentado por Lucas Gutierrez e Paulo Nunes no pós-rodada da emissora, perca na audiência para "A Fazenda 12", atração comandada por Marcos Mion na Record desde o mês passado. Desde que a temporada do reality show entrou no ar, o "Segue o Jogo" não conseguiu mais ser líder isolado nos números da Grande São Paulo.

Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, a emissora ordenou que narradores façam durante os jogos ao vivo mais chamadas do programa que vem a seguir com gols da rodada para impedir que o telespectador desligue a TV ao fim da partida ou troque de canal e vá para a Record, que tem marcado seus melhores picos semanais de Ibope justamente às quartas, contra a atração esportiva e o "Jornal da Globo", que vem a seguir.

Ontem já foi possível ver a mudança de postura. Durante todo o primeiro e segundo tempo das partidas exibidas, principalmente Athletico Paranaense x Corinthians e Atlético-MG x Fluminense, os narradores Cléber Machado e Luís Roberto alertavam que o programa vinha a seguir.

No intervalo da transmissão, as partidas que já tinham terminado - como Palmeiras x Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, e Fortaleza x São Paulo, pela Copa do Brasil - não tiveram todos os gols mostrados. A Globo mostrou apenas o mais importante ou decisivo de cada um.

A postura tem um motivo. Mesmo muito bem avaliado internamente, principalmente pela química entre Lucas Gutierrez e Paulo Nunes, o programa não consegue ser mais primeiro lugar devido ao fenômeno que virou o reality concorrente.

Em seis confrontos, o "Segue o Jogo" perdeu para "A Fazenda 12" em cinco. Em outro, apenas empatou. Mais que isso: viu o concorrente ficar cada vez mais distante.

A disputa começou no dia 9 de setembro, quando, Mion e Gutierrez empataram no Ibope com 13,6 pontos de audiência cada um. No dia 16 do mesmo mês, a primeira derrota, por diferença apertada: 13,7 para a Globo, contra 13,3 da Record. Na semana seguinte, dia 23, outra vitória da Record, novamente por bem pouco: 13,1 a 12,9. Em 30 de setembro, "A Fazenda 12" abriu vantagem novamente: 15,4 a 14,5.

Em 8 de outubro, veio a derrota mais acachapante, que motivou a criação da nova estratégia: "A Fazenda 12" alcançou 15,8 pontos, contra 13,6 do "Segue o Jogo", uma diferença maior que dois pontos de Ibope na Grande São Paulo, referência para investimentos no mercado publicitário. A última derrota aconteceu ontem (14), já com a nova estratégia, mas sem sucesso. A Record ganhou por 15,3 a 14,9 pontos da Globo.

Em outras capitais, o "Segue o Jogo" também vem sendo ameaçado. No "Rio de Janeiro", o programa foi segundo lugar no último dia 8, contra "A Fazenda 12", que liderou nos números por 52 minutos de acordo com o Ibope.

Veja o histórico completo do confronto entre "A Fazenda 12" e "Segue o Jogo":

'4 de outubro: "A Fazenda 12" 15,3 x 14,9 "Segue o Jogo"

8 de outubro: "A Fazenda 12" 15,8 x 13,6 "Segue o Jogo"

30 de setembro: "A Fazenda 12" 15,4 x 14,5 "Segue o Jogo"

23 de setembro: "A Fazenda 12" 13,1 x 12,9 "Segue o Jogo"

16 de setembro: "A Fazenda 12" 13,7 x 13,3 "Segue o Jogo"

9 de setembro: "A Fazenda 12" 13,6 x 13,6 "Segue o Jogo"

UOL Esporte vê TV