PUBLICIDADE
Topo

Libertadores e Brasileiro: o que Globo vai reprisar fora de Rio e São Paulo

Ronaldinho foi protagonista da Libertadores de 2013, conquistada pelo Atlético-MG - Nelson Antoine/AP
Ronaldinho foi protagonista da Libertadores de 2013, conquistada pelo Atlético-MG Imagem: Nelson Antoine/AP

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

11/05/2020 13h38

A Globo definiu boa parte da sua programação para reprises de jogos de que envolvem clubes fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo. Cada filial terá autonomia para reexibir as partidas que desejar. Algumas capitais até mostrarão momentos históricos de times como Flamengo e Corinthians, por exemplo, mas em dias diferentes da transmissão para paulistas e cariocas.

Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, as cidades com exibição mais diferenciada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador, que irão priorizar grandes glórias de Cruzeiro, Atlético-MG, Internacional, Grêmio, Bahia e Vitória, sem escalar partidas envolvendo clubes de outras localidades.

Em Belo Horizonte, a reprise do próximo domingo (17) Atlético-MG x Olímpia, partida que decidiu a final da Libertadores de 2013, vencida pelo Galo. Na semana seguinte (24), será reexibido para a cidade o duelo entre Cruzeiro e Sporting Cristal, que marcou o título celeste de 1997 na principal competição sul-americana de clubes.

Para o Rio Grande do Sul, a partida do próximo domingo será a final da Libertadores de 1983, na qual o Grêmio venceu o Peñarol. Na semana seguinte, o Internacional será relembrado com a exibição da final da Libertadores 2006, que teve o Colorado superando o São Paulo.

Na Bahia, o jogo que irá abrir as reprises de clubes no domingo será Bahia x Internacional, válido pela final do Campeonato Brasileiro de 1988. Na semana seguinte, a grande partida do Vitória contra o Vasco, pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro de 1999, será reprisada na íntegra.

Em outras localidades, as reprises vão começar em outras datas. No Ceará, por exemplo, os trabalhos serão iniciados no dia 31 de maio, com a reexibição de Fortaleza x Avaí, partida marcante da campanha inesquecível do clube local na Série B em 2018. Na semana seguinte, no dia 7 de junho, a reprise da vez será entre Ponte Preta x Ceará, que marcou o acesso do vovô em 2009.

Já no Paraná, clubes locais serão mostrados a partir do dia 24. A primeira reprise será a final do Brasileirão de 2001, na qual o Athletico Paranaense superou o São Caetano. Na semana seguinte, no dia 31 de maio, o torcedor do Coritiba irá relembrar a final do Campeonato Brasileiro de 1985, que teve vitória do Coxa sobre o Bangu.

Em Pernambuco, os trabalhos serão iniciados com Sport x Corinthians, jogo que deu ao Leão o título da Copa do Brasil de 2008. Na semana seguinte, a reprise da vez será Náutico x Ituano, que marcou o acesso do Timbu em 2006. Por fim, no dia 31, o Santa Cruz será homenageado com a reprise de partida contra a Portuguesa, que marcou a promoção à elite em 2005.

Diferentemente do que vai acontecer em outros lugares, partidas de clubes de fora do Ceará, de Pernambuco do Paraná serão mostradas pelas emissoras locais. No domingo (17), enquanto o estado nordestino exibe a final da Libertadores 2019 vencida pelo Flamengo sobre o River Plate, o sulista vai mostrar o Mundial de Clubes de 2012, que teve triunfo do Corinthians sobre o Chelsea.

No dia 7 de junho, os pernambucanos terão sua chance de acompanhar a final da Libertadores do ano passado.

Emissoras de outros estados menos, como Sergipe e Amazonas, vão seguir os jogos reprisados no Rio de Janeiro ou em São Paulo, escolhendo o que se encaixa melhor para a realidade local.

Futebol