Topo

Paparazzi


Gisele Bündchen tem "santuário" em casa de R$ 156 milhões que será vendida

Mansão de Tom Brady e Gisele Bündchen - Reprodução/Castles Unlimited
Mansão de Tom Brady e Gisele Bündchen Imagem: Reprodução/Castles Unlimited

Do UOL, em São Paulo

07/08/2019 04h00

A mansão que Gisele Bündchen e Tom Brady colocaram à venda por US$ 39,5 milhões (R$ 156,29 milhões), nos Estados Unidos, possui um espaço particular para a modelo. Uma espécie de "santuário", como ela mesma define.

"Esse é meu santuário, onde passo a maior parte do tempo", disse Gisele, em entrevista à "Vogue", dos Estados Unidos.

O santuário de Gisele conta com uma grande sala, com poltronas, sofás, lareira e muitos livros. Com decoração inspirada em um celeiro, o local é equipado com um estúdio de ioga e possui paredes de vidro que se abram para que o ar fresco invada o cômodo.

Vista externa do "santuário" de Gisele Bündchen - Reprodução/Castles Unlimited
Vista externa do "santuário" de Gisele Bündchen
Imagem: Reprodução/Castles Unlimited

O local fica pequeno diante da imensidão que compõe a mansão da família. Construída em um espaço de cinco hectares, a casa principal conta com 927 metros quadrados e cinco quartos. A propriedade ainda possui um grande espaço ao ar livre onde Tom Brady joga golfe e treina futebol americano.

A mansão dos Brady fica posicionada bem próxima ao tradicional Country Club de Massachusetts. Ela conta uma garagem de pedra capaz de abrigar 20 carros. Espaço perfeito para caso o astro queira dar uma festa para seus amigos do New England Patriots.

Parte interna do "santuário" de Gisele Bündchen - Reprodução/Castles Unlimited
Parte interna do "santuário" de Gisele Bündchen
Imagem: Reprodução/Castles Unlimited

A casa em Massachusetts foi construída depois que Tom Brady e Gisele Bündchen venderam sua antiga mansão na Califórnia (EUA) por US$ 40 milhões para o rapper Dr. Dre. Além disso, o casal ainda possui um apartamento em um condomínio de luxo em Tribeca, no centro de Manhattan, em Nova York.

A imprensa norte-americana afirma que a venda da casa em Massachusetts tem relação com a iminente aposentadoria de Tom Brady. O casal agora busca mansões mais próximas a Nova York, para que o quarterback consiga dividir seu tempo entre a cidade e Los Angeles, do outro lado dos Estados Unidos, onde tocará seus projetos após a aposentadoria.