PUBLICIDADE
Topo

Espanha vence com gol de Asensio e enfrenta Brasil na final das Olimpíadas

Asensio comemora após marcar para a Espanha contra o Japão nos Jogos Olímpicos de Tóquio - Francois Nel/Getty Images
Asensio comemora após marcar para a Espanha contra o Japão nos Jogos Olímpicos de Tóquio Imagem: Francois Nel/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/08/2021 10h37

A seleção da Espanha venceu por 1 a 0 o Japão e conseguiu a vaga na final do futebol das Olimpíadas de Tóquio, e será adversária da seleção brasileira em busca da medalha dourada. A partida foi para a prorrogação após um empate por 0 a 0 no tempo regular e terminou com um belíssimo gol de Asensio, jogador do Real Madrid.

A grande final será no sábado no Estádio Internacional de Yokohama às 8h30 (horário de Brasília). A seleção brasileira disputará sua terceira final consecutiva. Em 2012 ficou com a prata, em 2016 com o ouro e em 2021 a equipe busca subir no mais alto lugar do pódio novamente.

O jogo

A Espanha tentou impor seu estilo de jogo na casa dos japoneses, mas erros na tomada de decisão não ajudaram a seleção a ter uma classificação tranquila. A melhor chance do primeiro tempo foi dos espanhóis com Rafa Mir, que ficou cara a cara com o goleiro após uma ótima enfiada de bola e chutou de bico, mas parou no goleiro Tani.

A seleção japonesa investiu na marcação, mas não teve chance de encaixar as jogadas e dar trabalho. Hayashi teve uma oportunidade, que foi sinalizada como impedimento. As duas equipes não fizeram um bom primeiro tempo e o jogo não rendeu conforme o esperado. Antes dos 15 minutos da segunda etapa, Merino teve uma boa oportunidade para a Espanha, mas o zagueiro Yoshida conseguiu alcançar bola e os dois se chocaram. O áárbitro marcou pênalti, mas após checar no VAR anulou.

O Japão não conseguiu colocar sua velocidade, e a Espanha foi superior na posse de bola, tentando se infiltrar na zaga japonesa. A equipe espanhola pareceu sentir o cansaço e diminuiu o ritmo. Aos 43 minutos, Rafa Mir teve outra chance e bateu cruzado, mas parou novamente no goleiro japonês. Dois minutos depois, o goleiro Tani brilhou com outra defesa, dessa vez após um chute de Oyarzabal. Kubo devolveu no ataque invadindo a área pelo lado direito e finalizou, mas Cucarella conseguiu bloquear.

No fim do jogo as duas equipes foram para cima para tentar finalizar a partida antes da prorrogação, mas não deu.

Prorrogação

Após o empate sem gols, o primeiro tempo da prorrogação teve chance dos dois lados com Rafa Mir duas vezes e Maeda subindo para cabecear entre dois zagueiros espanhóis. A seleção da Espanha teve mais posse de bola, como no tempo no regular, e o Japão explorou a velocidade no contra-ataque, mas o placar continuou zerado.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Oyarzabal trabalhou bola com Asensio pelo lado direito, que recebeu e acertou um belo chute no gol.

O Japão tentou o empate até o final para levar o jogo para as penalidades máximas, colocando seu goleiro na área, mas não conseguiu e foi derrotado nas semifinais das Olimpíadas, jogando em casa. O time disputará a medalha de bronze com o México, que foi derrotado pelo Brasil nos pênaltis.