PUBLICIDADE
Topo

Hebert Conceição vence nas quartas e garante mais uma medalha para o boxe

Hebert Conceição durante luta com Tanglatihan Tuoheta Erbieke nas Olimpíadas de Tóquio - Luis Robayo/Reuters
Hebert Conceição durante luta com Tanglatihan Tuoheta Erbieke nas Olimpíadas de Tóquio Imagem: Luis Robayo/Reuters

Felipe Pereira

Do UOL, em Tóquio

01/08/2021 06h42

Por decisão dos juízes, Hebert Conceição venceu o cazaque Abilkhan Amankul neste domingo(1) e avançou para a semifinal dos pesos médios. Com esse resultado nas quartas, uma medalha está garantida para o brasileiro.

Se perder na próxima fase, ele já recebe o bronze, mas se ganhar terá mais uma luta para disputar o ouro. Agora o brasileiro espera o resultado da luta entre o russo Gleb Bakshi e o haitiano Darrelle Valsaint para conhecer o adversário na semifinal.

A vitória veio por decisão dividida, apenas três dos cinco árbitros deram o combate para Hebert. A luta foi marcada pelo equilíbrio, com golpes entrando nos dois lados. Amankul chegou a ganhar o segundo round, mas a vantagem do brasileiro foi decisiva para a vitória.

Esta foi a segunda luta de Hebert Conceição no torneio olímpico. Ele lutou apenas uma vez por ter entrado direto nas oitavas de final. Ele já tinha uma vitória por decisão dividida dos árbitros sobre o chinês Erbieke Tuoheta.

Pelas regras do boxe nas Olimpíadas, todos classificados à semifinal já têm uma medalha garantida. Como não há disputa do terceiro lugar, os dois derrotados nessa fase subirão ao pódio com a medalha de bronze.

É a mesma situação de outro brasileiro: Abner Teixeira. Ele está classificado para a semifinal dos pesos pesados e lutará terça-feira (3). Se vencer, disputará a medalha de ouro. Se for derrotado, o bronze já é dele.