PUBLICIDADE
Topo

Vôlei: Roberta e Tandara celebram atuação em vitória contra a Sérvia

Tandara, do Brasil, no jogo contra a Sérvia, no vôlei feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio - Toru Hanai/Getty Images
Tandara, do Brasil, no jogo contra a Sérvia, no vôlei feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio Imagem: Toru Hanai/Getty Images

Colaboração ao UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

31/07/2021 07h54

A vitória da seleção brasileira de vôlei feminino sobre a Sérvia, hoje (31), além de manter os 100% de aproveitamento nos Jogos Olímpicos de Tóquio, se tornou importante pelas boas atuações de Roberta e Tandara. Com o resultado positivo, a equipe comandada por José Roberto Guimarães garantiu a classificação na liderança do Grupo A.

Substituta de Macris, que sofreu uma lesão durante o duelo com o Japão, a levantadora Roberta foi bastante festejada pelas companheiras ao fim da partida. Já Tandara foi a maior pontuadora do Brasil, com 19, e se destacou após um início de Olimpíadas abaixo do esperado.

A camisa 9 contou que buscou manter o foco na preparação para o jogo e, inclusive, revelou que recebeu um "abraço carinho" de Macris antes de ir para o duelo.

"Eu passei o dia mentalizando o jogo. Acho que se estamos aqui, se o Zé escolheu essas 12, é porque somos capazes de estar aqui, temos um grupo forte. No jogo em que a Macris machucou, todo mundo ficou tenso, eu entrei um pouco tensa naquele momento, assumi uma responsabilidade maior do que devia. Hoje voltei a ser eu mesma. Vim tranquila, serena, pensando no jogo", disse, ao SporTV.

"Não tem como trazermos coisas de fora. Acho que agora somos nós 12 e a comissão técnica. Ponto a ponto, jogo a jogo... Vim sendo eu mesma. Recebi um abraço carinhoso da Macris antes de sair do quarto. Acho que é isso, é a energia do grupo", completou.

Roberta e Tandara, inclusive, se conhecem do Osasco e o entrosamento foi ponto positivo no confronto com a Sérvia.

"Jogamos juntas a última temporada e temos um entrosamento bom, uma questão de confiança também. Falei: 'Vou colocar sua bolinha alta aí, vem com alegria, vem dando'. E acho que é legal essa troca, relaxar um pouco mais para ela se soltar. Fico feliz que a cada jogo ela cresceu um pouco mais. Acho que a intenção é essa, trazer essa oposta de volta, com essa alegria", apontou.

Tandara não escondeu a satisfação com a atuação de hoje. A atleta lembrou que procurou evoluir no decorrer dos Jogos Olímpicos e, contra a Sérvia, entrou mais confiante.

"Eu nunca desisti, achei, sim, que daria certo. Nunca deixei de treinar, de me dedicar, Treinei muito para chegar a esse momento, me preparei mentalmente também. Fisicamente venho crescendo a cada dia. E, para mim, está sendo importante... Enfim, fazer meu melhor. Acredito que, hoje, venho um pouco mais decisiva, mais confiante, sabendo que seria um bloqueio difícil", afirmou.