PUBLICIDADE
Topo

Tóquio-2020: Dia 4 tem surfe e porta-bandeira em ação; saiba onde assistir

Judoca brasileira Ketleyn Quadros, que foi porta-bandeira na cerimônia de abertura, estreia na Tóquio-2020 - Gaspar Nóbrega/COB
Judoca brasileira Ketleyn Quadros, que foi porta-bandeira na cerimônia de abertura, estreia na Tóquio-2020 Imagem: Gaspar Nóbrega/COB

Do UOL, em São Paulo

26/07/2021 12h00

O quarto dia dos Jogos Olímpicos de Tóquio tem a reta final do surfe, com grandes chances de medalha; a estreia da porta-bandeira Ketleyn Quadros no judô; e uma provável goleada da seleção feminina de futebol. Abaixo, o UOL Esporte lista as melhores atrações e onde você pode acompanhar cada uma.

Gabriel Medina na busca pelo ouro

Candidatíssimo ao pódio no surfe da Tóquio-2020, Medina é favorito contra Michel Bourez nas quartas de final, às 19h36 (de Brasília) desta segunda-feira (26). O francês é bom surfista, mas não melhor do que o australiano Julian Wilson que Medina já eliminou nas oitavas. Se passar, o brasileiro disputa a semifinal às 23h48, e uma eventual disputa pela medalha de ouro acontecerá já na madrugada desta terça-feira (27), às 3h46.

Onde assistir: SporTV 3.

Ítalo Ferreira também em ação

Pouco depois de Medina, será a vez de Ítalo Ferreira entrar no mar de Tsurigasaki. Às 20h12 desta segunda (26) ele enfrenta o japonês Hiroto Ohhara, um dos surfistas da casa, e tem grandes chances de avançar às semifinais. Se confirmar o favoritismo, Ítalo volta a surfar à 0h24. Caso ele e Gabriel Medina avancem na competição, uma final verde e amarela pode acontecer já na madrugada desta terça (27), às 3h46.

Onde assistir: SporTV 3.

Mais finais na natação

O 4º dia da Tóquio-2020 reserva mais quatro finais da natação. A primeira delas, a dos 200m livre masculino, tem o brasileiro Fernando Scheffer caindo na água às 22h43 desta segunda (26). A prova não tem favoritos claros, por isso o brasileiro tem condições de surpreender. As outras três finais acontecem na sequência: os 100m costas masculino e feminino e também dos 100m peito feminino.

Onde assistir: SporTV 2.

Handebol busca primeira vitória

Larissa Araujo em ação durante estreia do Brasil no handebol feminino da Tóquio-2020 - Wander Roberto/COB - Wander Roberto/COB
Larissa Araujo em ação durante estreia do Brasil no handebol feminino da Tóquio-2020
Imagem: Wander Roberto/COB

Após empatar com as russas, atuais campeãs olímpicas, a seleção feminina de handebol agora encara a Hungria, às 23h desta segunda (26), pela segunda rodada da fase de grupos. Na teoria, é o confronto menos difícil de uma chave bem complicada, então a vitória é essencial para tentar classificação às quartas de final.

Onde assistir: Globo.

Porta-bandeira em ação

A judoca Ketleyn Quadros, que dividiu com Bruninho os deveres de porta-bandeira do Brasil na abertura da Tóquio-2020, faz sua estreia na madrugada desta terça (27) contra a hondurenha Cergia David. A brasileira faz a sexta luta da fase 16-avos de final da categoria até 63 kg e deve lutar por volta das 23h30. Meia hora depois é a vez do também brasileiro Eduardo Yudi estrear contra o israelense Sagi Muki na categoria até 81 kg do masculino. Ambas as categorias têm semifinais e finais marcadas para a manhã de terça (27).

Onde assistir: Globo (classificatória) e SporTV.

Clássico na areia

Alison e Álvaro Filho encaram os americanos Lucena e Dalhausser, à 0h de terça (27), em um duelo que terá campeões olímpicos nos dois lados da quadra: Alison faturou o ouro na Rio-2016, e Dalhausser foi campeão em Pequim-2008.

Onde assistir: SporTV 4 e BandSports (também no UOL Play).

Hugo Calderano com a bolinha na mão

16.07.2021 - Jogos Olímpicos Tóquio 2020 - Arena Sawayaka - Tênis de Mesa - Na foto Hugo Calderano durante treino. - Gaspar Nóbrega/COB - Gaspar Nóbrega/COB
Hugo Calderano é maior esperança brasileira em esporte dominado por asiáticos
Imagem: Gaspar Nóbrega/COB

O melhor mesa-tenista brasileiro de todos os tempos tenta avançar às oitavas de final do torneio simples na Tóquio-2020. Ele é favorito contra o esloveno Bojan Tokic no jogo da 0h desta terça (27). Se avançar, volta a jogar às 8h30 contra o sul-coreano Woojin Jang.

Onde assistir: Globo.

Estreia das atuais campeãs

Martine Grael e Kahena Kunze estreiam na Tóquio-2020 à 0h05 desta terça (27), na primeira regata da classe 49er FX feminino da vela. Elas foram campeãs olímpicas na Rio-2016, tiveram um ótimo ciclo desde então e são candidatas ao ouro. São três regatas desta categoria ao longo da madrugada.

Onde assistir: Sem transmissão. Acompanhe no Tóquio-2020 Agora, do UOL.

Ana Sátila disputa semi na canoagem

Ela foi a sétima após duas classificatórias no caiaque da canoagem slalom (categoria K1) e disputa a semifinal, às 2h desta terça (27) com boas chances de avançar à final. Se avançar, participa da final pouco depois, às 4h15 da manhã.

Onde assistir: Sem transmissão. Acompanhe no Tóquio-2020 Agora, do UOL.

Evandro e Bruno Schmidt na quadra

A dupla brasileira estreou vencendo os chilenos e agora pega os marroquinos Abicha e Elgraoui, às 3h desta terça (27), nos grupos do vôlei de praia. Eles não são favoritos ao ouro, mas podem muito bem embalar e buscar medalha.

Onde assistir: Globo e SporTV.

Dupla tenta avançar nos 100m livre

Gabriel Santos e Pedro Spajari (foto) têm condições de chegar à final dos 100m livre na natação, mas para isso precisam antes chegar às semifinais. Eles caem na água na sexta e na oitava bateria classificatória, entre 7h13 e 7h18 desta terça (27).

Onde assistir: SporTV 4.

Segunda rodada no vôlei feminino

Tandara durante duelo do Brasil contra a Coreia do Slul, no vôlei feminino, nos Jogos Olímpicos de Tóquio - Wander Roberto/COB - Wander Roberto/COB
Tandara em ação durante a vitória do Brasil por 3 a 0 sobre a Coreia do Sul na estreia
Imagem: Wander Roberto/COB

A ótima estreia com vitória tranquila sobre a Coreia do Sul embala a seleção feminina de vôlei para o duelo contra a República Dominicana, mais uma equipe mediana desta fase de grupos. O jogo começa às 7h40 desta terça (27).

Onde assistir: Globo.

Final por equipes da ginástica artística

Não tem Brasil na disputa, mas a final promete ser imperdível às 7h45 desta terça (27). A equipe dos Estados Unidos é a favorita, mas cometeu alguns erros na classificatória e por isso o time do Comitê Olímpico Russo se classificou para a final com a melhor somatória. Ainda tem a China na briga pelo pódio, e o evento pode dar a primeira medalha de Simone Biles em Tóquio.

Onde assistir: SporTV.

Revezamento brasileiro na água

O Brasil disputa a segunda bateria da classificatória dos 4x200m livre, às 8h03 desta terça (27), quando tenta um lugar na final. A equipe é formada por Fernando Scheffer (foto), Breno Correia, Murilo Sartori e Luiz Altamir e deve avançar sem grandes problemas, pois está entre as mais fortes da prova.

Onde assistir: SporTV 4.

Guilherme Costa tenta volta por cima

O "Cachorrão" ficou fora da final dos 400m livre, prova em que era melhor cotado entre as que disputa em Tóquio. Às 8h49 desta terça (27), no entanto, ele pode se recuperar na classificatória dos 800m livre. É um grande desafio.

Onde assistir: SporTV 4.

Para carimbar a vaga

O Brasil começa a rodada praticamente classificado para as quartas de final do futebol feminino. E a partida contra Zâmbia por ser a chance de Marta alcançar Cristiane como a maior artilheira da história das Olimpíadas.

Onde assistir: Globo, SporTV 3 e BandSports (também no UOL Play).

Ágatha e Duda contra as chinesas

Candidatas ao ouro olímpico, Ágatha Bednarczuk e Duda Lisboa buscam a segunda vitória na Tóquio-2020 contra a dupla chinesa Wang/Xia, às 10h desta terça (27).

Onde assistir: Globo.