PUBLICIDADE
Topo

Frustrada, Pâmela Rosa fica fora da final; Letícia Bufoni também eliminada

Felipe Pereira

Do UOL, em Tóquio

25/07/2021 23h38

Duas das favoritas à medalha de ouro, Pâmela Rosa e Letícia Bufoni estão fora da final do street feminino. As brasileiras tiveram desempenho decepcionante e ficaram com pontuação baixa em relação às demais principais atletas do cenário. Elas até lutaram até o fim, mas não tiveram notas altas o suficiente para disputar as primeiras colocações.

Pâmela foi uma das skatistas mais aplaudidas antes de entrar na pista devido à grande fase que atravessava antes de chegar a Tóquio. A brasileira deixou o local visivelmente frustrada e sequer parou para dar entrevistas na zona mista, o que gerou uma bronca da coordenação do evento com a equipe brasileira.

Ela foi a primeira brasileira a entrar na pista, no grupo 3. Pâmela sofreu duas quedas de cara e viu sua nota na primeira volta ser prejudicada: apenas 1,25. A segunda, no entanto, foi completamente diferente. A atleta acertou todas as manobras e somou: 3,57.

A curiosidade é que os papéis se inverteram com Kelvin Hoefler, que levou a medalha de prata no dia anterior e teve Pâmela como técnica, o auxiliando. Desta vez, ele é quem ficou como coach da amiga, mas de nada adiantou.

É que, em seguida, ela iniciou a sequência de cinco manobras. Lembrando que as quatro maiores notas das sete aparições se somam para a nota final. Pâmela não forçou e conseguiu um 2,82 na primeira. Na segunda, terceira e quarta, foi mais ousada, mas perdeu equilíbrio em todas e não completou o movimento. Somente na última finalmente acertou e levou nota 2,42.

Assim, Pâmela ficou com um total de 10.06 e encerrou a terceira bateria na sexta posição. Como apenas as oito primeiras se classificam para a final, a brasileira só poderia ser ultrapassada por duas adversárias do quarto grupo, que competia na sequência.

Letícia Bufoni também decepciona

Leticia Bufoni faz manobra no torneio de skate nas Olimpíadas de Tóquio - LUCY NICHOLSON/REUTERS - LUCY NICHOLSON/REUTERS
Imagem: LUCY NICHOLSON/REUTERS

Bufoni, por sua vez, teve desempenho regular nas duas primeiras voltas com notas 2,21 e 2,58. Nas cinco manobras, ela claramente adotou a tática de não forçar demais e preferiu manobras mais básicas: 2,62, 2,20, 2,81 nas três primeiras. Na quarta tentativa, a única queda.

Foi nesse momento que ela se viu pressionada pelo grande desempenho das adversárias. A brasileira Rayssa Leal, a chinesa Wenhui Zeng e a americana Alexis Sablone tiveram boas notas e forçaram a campeã do mundo ir para o tudo ou nada na manobra final. Bufoni acertou o movimento e ficou ao lado da jovem compatriota esperando o resultado. O 2,90, no entanto, não foi o suficiente para garantir sua vaga na final.

Pâmela terminou com um total de 10,08 na 10ª posição; Letícia, por sua vez, somou 10,91, em 9ª. A última classificada para a final foi Alexis Sablone, com 11,77, em oitavo. Rayssa Leal ficou na terceira colocação, com 14,91.