PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Esbanjando empolgação, Cormier rouba a cena como entrevistador no UFC SP

Daniel Cormier entrevista Thiago Marreta no octógono do UFC São Paulo - Reprodução
Daniel Cormier entrevista Thiago Marreta no octógono do UFC São Paulo Imagem: Reprodução

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

29/10/2017 12h00

“São Paulo, faça barulho para Francisco Massaranduba”. A empolgação de Daniel Cormier com o microfone na mão foi um dos destaques do UFC São Paulo, na noite deste sábado (28). Ocupando a função que costuma ser de “Joe Rogan”, o campeão dos meio-pesados da organização se mostrou bastante à vontade em seu trabalho temporário.

A cada vitória impressionante, Cormier se empolgava ainda mais. Logo na primeira luta da noite, abriu um largo sorriso ao falar com Marcelo Golm, que acabara de estrear no UFC e nocauteou Christian Colombo em pouco mais de dois minutos.

E o ritmo se seguiu por todo o card. Luta após luta Cormier subiu ao octógono, abria um sorriso e fazia perguntas aos vencedores. Diante de um campeão do UFC, alguns deles nem sequer conseguiam controlar o lado torcedor: “sou fã desse cara”, disse Deiveson Figueiredo ao próprio Cormier.

Com Massaranduba a situação se assemelhou. Depois de falar do filho e da felicidade pela vitória, o brasileiro afirmou ter muito respeito pelos lutadores do UFC “e você é um deles”, se dirigindo ao americano.

O atrapalho de Cormier só foi atrapalhado quando chegou a vez de Colby Convigton ser entrevistado. Mas a culpa não foi do campeão dos meio-pesados. As provocações de Convigton não foram bem digeridas pela torcida, que arremessou objetos no americano após a vitória sobre Demian Maia.

O “bico” de entrevistador pode ser o futuro para Cormier, mas não o presente. O norte-americano detém o cinturão dos meio-pesados e ainda aguarda para saber a data de sua próxima luta. 

MMA