PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Com 9 lutas em 25 meses, Cerrone diz que aperto financeiro ficou para trás

Brunno Carvalho e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

18/02/2016 16h26

Donald Cerrone entrou em 2014 com um cartel de 21 vitórias, seis derrotas, uma luta sem resultado e um problema: sua conta bancária estava no vermelho. Em entrevista ao site "Bleacher Report", o lutador do UFC afirmou ter gastado todo seu dinheiro de maneira impulsiva.

A partir daí, o “Caubói” traçou uma meta ousada de seis lutas em 2014 para se recuperar financeiramente. E ele chegou bem perto: foram quatro duelos, vencendo todos. No ano seguinte, o mesmo número de combates, e a chance de conquistar o cinturão. O norte-americano, no entanto, acabou derrotado por Rafael dos Anjos em apenas 66 segundos na disputa pelo título dos leves.

“Claro que foi frustrante perder de maneira tão rápida”, admitiu Cerrone ao UOL Esporte. O Caubói, inclusive, afirmou que se seus problemas financeiros foram resolvidos: “Isso ficou para trás. Eu luto porque é meu trabalho. É isso o que eu faço, nada além disso”.

Recuperado e em uma nova divisão – trocou os leves pelos meio-médios -, Cerrone terá pela frente o também “caubói” Alex Oliveira. Essa será sua nona luta em apenas 25 meses. O norte-americano e o brasileiro se enfrentam neste domingo (21), em Pittsburgh, nos Estados Unidos. O combate marcará a estreia da dupla na nova categoria.

“Não tenho ideia de como ele é, nunca vi uma luta dele”, admitiu o norte-americano, que disse achar “ótimo” que os dois tenham o mesmo apelido. “Ele (Alex Oliveira) está aqui por um motivo, realmente espero que ele esteja pronto”.

Originalmente, a luta de Cerrone, que vem de derrota em disputa de título dos pesos leves contra Rafael dos Anjos, seria contra o compatriota Tim Means - este, contudo, foi barrado pela Usada (Agência de Antidoping dos Estados Unidos) por suposto uso de substâncias irregulares, nesta manhã. Alex Oliveira foi escolhido para o combate apenas duas semanas antes do evento.

MMA