PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Tudo o que você precisa saber para entender o doping de Anderson Silva

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

04/02/2015 15h04

O caso de doping de Anderson Silva, uma reviravolta dois dias depois de o brasileiro voltar ao UFC com vitória sobre Nick Diaz, ainda terá muitos desdobramentos. Pego com duas substâncias anabólicas no organismo, o brasileiro terá de se explicar à Comissão Atlética de Nevada, podendo se defender e tentar evitar uma punição que pode chegar a um ano de gancho.

Para destrinchar e explicar ponto a ponto tudo o que envolve o caso do brasileiro, o UOL Esporte explica abaixo os detalhes que levaram ao flagra, o funcionamento das substâncias encontradas no corpo de Anderson e os papéis do lutador e do UFC antes e depois do doping vir a público. Também responde a uma questão que ficou pendente: o UFC sabia do doping antes do UFC 183?

- Quem realiza os testes?
A responsabilidade pela realização de testes antidoping não é do UFC, mas das Comissões Atléticas, órgãos que funcionam como o que no Brasil seriam as confederações e que regulamentam o esporte. Neste caso, com a luta sendo realizada em Las Vegas, foi a Comissão Atlética de Nevada que supervisionou a preparação de Anderson Silva.

- O que são os testes surpresa?
Desde 2014 as principais comissões atléticas dos Estados Unidos intensificaram a realização de testes surpresa. São por meio deles que é possível constatar se os lutadores estão usando substâncias ilícitas durante os treinos – muitas vezes em ciclos, melhorando a performance, mas interrompendo o uso a tempo de chegarem limpos às lutas. Um agente das comissões pode comparecer a qualquer momento à casa ou academia de um lutador que tem combate agendado para o seu estado. Anderson, neste caso, estava em Los Angeles no teste positivo.

- Quantos testes foram feitos?
Anderson Silva colheu duas amostras de sangue, nos dias 9 e 19 de janeiro. O primeiro mostrou a presença das substâncias, drostanolona e androsterona, uma forma de testosterona. Anderson também foi testado em 31 de janeiro, cedendo uma amostra de urina, que voltou limpa. O resultado do teste do dia 19 ainda está pendente.

- Quais substâncias foram apontadas nos resultados e para que servem?
Foram constatadas as presenças das substâncias drostanolona e androsterona, esta sendo uma forma de testosterona e usada para aumentar a potência, e que teria sido combinada com a primeira. A drostanolona é muito usada por fisiculturistas. Trata-se de uma substância androgênica, que aumenta os níveis de testosterona sem elevar o estrogênio. "Ele melhora a qualidade muscular e normalmente é utilizado em atletas que têm baixo nível de gordura corporal. Ele evidencia o músculo e dá mais força", explicou Theo Webert, nutriendrocrinologista. A substância precisa ser usada em ciclos, mas deixa o corpo em cerca de uma semana. "É uma droga eficiente na queima de gordura. Tem função de ajudar a secar porque aumenta a massa muscular e evita a retenção de líquido. Os caras usam no finalzinho da preparação, naquele último gás", disse a nutricionista Elaine de Pádua.

Anderson Silva deve se aposentar após o flagra em antidoping?

Resultado parcial

Total de 84175 votos
50,25%
49,75%
Total de 84175 votos

- Quanto tempo demora para a conclusão e a divulgação de resultados de testes?
Varia. Os exames de urina são rápidos, tanto que o resultado do teste pós-luta de Nick Diaz, feito na noite do evento e acusando uso de maconha, foi divulgado já nesta terça-feira. Os exames de sangue podem demorar mais, até semanas. De acordo com a Comissão Atlética de Nevada, este caso foi problemático e o resultado deveria ser conhecido antes da luta.

- O UFC sabia dos resultados dos exames antes do UFC 183? E o UFC é o responsável por eles ou a demora da divulgação possui outro culpado?
A organização alega que não sabia, e, como explicado, a responsabilidade é da comissão atléticas. Os testes foram realizados pelo Sports Medicine Research and Testing Laboratory, da Universidade de Utah. Quem falou sobre isso não foi o UFC, mas a Comissão Atlética de Nevada. Bob Bennett, diretor executivo da comissão, reclamou: "O hiato de tempo é inaceitável. Nós fizemos arranjos com o laboratório para ter certeza de receber respostas em sete dias e eles estão trabalhando junto conosco nisso”, disse ele, ao MMA Fighting. O protocolo do exame, publicado pelo site MMA Fight Corner, data de 3 de fevereiro de 2015, batendo com a divulgação do Ultimate após o UFC 183.

- Se o resultado fosse sabido, a luta seria cancelada antes de sua realização?
Sim. De acordo com Bennett, ao Yahoo Sports: “Eu não teria nenhum problema em cancelar a luta uma vez que tivesse o resultado. Aquelas são substâncias inaceitáveis. Mas, pelo menos, achamos isso fazendo testes fora de competição. Não saberíamos disso sem os testes surpresa.”

Nick Diaz - Steve Marcus/Getty Images/AFP - Steve Marcus/Getty Images/AFP
Não foi apenas Anderson Silva que foi pego no antidoping no UFC 183. Seu rival, Nick Diaz, foi flagrado por uso de maconha no exame feito imediatamente após o combate. É a terceira vez que Diaz, um defensor da liberação da maconha, é pego.
Imagem: Steve Marcus/Getty Images/AFP

Que outros lutadores foram pegos em exame surpresa e quanto tempo levou para a divulgação de resultados?
Chael Sonnen foi testado em 23 de maio de 2014 de surpresa, para seu combate no UFC 175 contra Vitor Belfort, que seria em 5 de julho. O resultado foi divulgado em 10 de junho. Alistair Overeem foi testado em 27 de março de 2012, quando deveria lutar no UFC 146, em maio. Seu resultado positivo saiu em 3 de abril. Os prazos para a divulgação foram, portanto, bem menores do que os levados no caso de Anderson Silva.

Qual será a defesa de Anderson Silva?
O brasileiro ainda não se pronunciou, mas, de acordo com seu médico pessoal, Marcio Tannure – também médico da Comissão Atlética Brasileira de MMA -, ele nega o uso de substâncias ilícitas e vai alegar a contaminação das amostras ou erro do laboratório nos resultados. O ex-campeão dos médios deve pedir a contraprova, mas é muito raro que ela tenha resultado diferente do primeiro.

Quanto tempo Anderson Silva pode pegar de gancho?
O MMA já teve outros casos de atletas pegos por ter drostanolona no organismo. Geralmente, a comissão atlética responsável dá suspensões de nove meses a um ano. Além disso, comprovada a culpa o lutador terá sua vitória anulada. Dennis Halmann foi suspenso por um ano em 2007, lutando no Strikeforce. O ex-campeão do UFC Josh Barnett pegou gancho de oito meses quando lutava no Affliction. Stephan Bonnar foi flagrado justamente contra Anderson Silva, em 2012, e acabou afastado por um ano. Já Thiago Tavares teve nove meses longe do octógono após doping em 2013. Os números são da ESPN Brasil.

Veja abaixo o documento enviado à Comissão Atlética de Nevada pelo laboratório responsável pelo teste, divulgado pelo MMA Fight Corner:

MMA