PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Médico diz que Anderson está 'desapontado' e apontará contaminação em teste

Do UOL, em São Paulo

04/02/2015 09h33

Médico pessoal de Anderson Silva e também ligado à Comissão Atlética Brasileira de MMA, que trabalha em parceria com o UFC nas edições brasileiras do evento, Marcio Tannure afirmou que o lutador está desapontado com a divulgação do caso de doping, em que ele foi flagrado com duas substâncias anabólicas. Disse ainda que o lutador deverá pedir contraprova e 

Ao SporTV, Tannure disse que falou com Anderson ainda na segunda-feira, e afirmou que crê na inocência de seu paciente, pego com os anabólicos drostanolona e androsterona.

"Eu falei com ele ontem para entender o que aconteceu. Está chateado, desapontado, porque não está entendendo o que aconteceu", afirmou Tannure, ao canal. O médico esteve na equipe do lutador, acompanhando-o no UFC 183, em Las Vegas.

"Acredito nele, o Anderson tem uma carreira exemplar, sempre deu exemplo e nunca passou por uma coisa dessas. Ele está desapontado, não está entendendo o que aconteceu. E alega não ter feito uso. Temos de esperar todo esse processo que está em andamento para depois fazer um comunicado oficial para provar se é inocente, e acredito que é o que vai acontecer", disse o médico.

À Rádio Band News, Tannure acrescentou: "Ele vai pedir a contra prova e acredita que só pode ter sido uma contaminação ou erro do laboratório. Ele ainda disse para mim: ‘Tenho um histórico exemplar na minha carreira e não iria querer sujar a minha imagem'".

Por enquanto, o lutador não deve vir a público se defender: "Antes de se pronunciar, ele quer esperar terminar esse processo, que ainda está em andamento para depois fazer um comunicado oficial ou não", concluiu Tannure.

Anderson pode pedir a contraprova, e será ouvido pela Comissão Atlética de Nevada no dia 17 de fevereiro. Quem também será ouvido foi o rival do Spider, Nick Diaz, pego pela terceira vez com metabólicos da maconha no corpo.

MMA