PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Ex-técnico de Toquinho diz que lutador machucava colegas em treino

Do UOL, em São Paulo

13/10/2013 06h00

Na última quarta-feira, o brasileiro Rousimar "Toquinho" Palhares venceu a sua luta diante de do americano Mike Pierce, entretanto ele não teve nada a comemorar até agora. O UFC julgou que ele demorou muito para largar a perna do rival durante o seu movimento de finalização, e acabou demitindo e banindo permanentemente o lutador da entidade. Murilo Bustamante, ex-treinador de Toquinho, veio a público neste sábado e fez duras críticas ao comportamento de seu antigo pupilo: "Eu cansei de vê-lo lesionar companheiros de treino".

Bustamante é o líder da academia Brazilian Top Team (BTT), da qual Toquinho fez parte durante muito tempo. Grandes nomes do MMA como Anderson Silva e os irmãos Minotouro e Minotauro também passaram por lá.

"Posso dizer que ninguém defendeu mais ele [Toquinho] do que eu quando ele cometia um erro como este. No começo, achava que era porque ele estava nervoso com a luta ou por ingenuidade. Mas ele acabou causando muitos problemas aqui na BTT e eu mudei a minha opinião. Cansei de vê-lo lesionar companheiros enquanto faziam 'sparring', em especial quando ele estava perto de uma luta", atacou Bustamante, em entrevista ao site Fighters Only.

O treinador ainda mostrou-se chateado com algumas recentes declarações de Toquinho sobre a sua equipe: "Eu não falaria nada sobre isso normalmente porque o que acontece dentro da BTT, fica dentro da BTT. Entretanto, ele tem falado muito besteira sobre a minha equipe, e então eu me sinto a vontade para dizer o que penso".

Por fim, Bustamante ainda disse que chegou a pedir ajuda a profissionais para saber como lidar com Toquinho: "Eu cheguei a contratar um psicólogo para me ajudar com ele, mas, como podemos ver, não funcionou".

Toquinho é reincidente e por isso foi expulso do UFC. Na edição 111, em março de 2010, ele finalizou o polonês Tomasz Drwal em apenas 45 segundos, mas acabou sendo suspenso por três meses depois que a comissão julgadora decidiu que ele teria demorado muito a soltar o rival após a intervenção do árbitro da luta.

Neste sábado, Toquinho chegou a postar um vídeo no Youtube pedindo perdão a Dana White, presidente do UFC, e acenou com a possibilidade de uma nova chance no Ultimate. "Dana White, se você acha que minha atitude não foi positiva dentro do octógono, peço de coração aberto que você me perdoe, que me desculpe, porque essa não foi minha intenção. Mas eu respeito a decisão do UFC e sua, então, o que você decidir para mim, está decidido".

MMA