PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Fã-clube de Sonnen provoca 'Maxixida' e 'Andissu' e vê em Jones 1º rival à altura

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

26/04/2013 20h18

Apesar de ter se tornado em um inimigo de boa parte da torcida brasileira com suas provocações, ataques e polêmicas, Chael Sonnen tem no país um fã-clube fervoroso, que está preparado para assistir a mais um desafio do “Gângster Americano”. Neste sábado, pelo UFC 159, o norte-americano luta pelo cinturão dos meio-pesados contra o campeão Jon Jones. Mesmo como amplo azarão, os seguidores do desafiante mostram confiança.

A presidente do fã-clube FC Chael Sonnen Brasil, Lu Moralete, comentou o desafio de Sonnen e, em meio a provocações a Anderson e Lyoto Machida - a quem faz questão de chamar pelos “apelidos carinhosos” de Andissu e Maxixida -, opinou que Jones é o primeiro rival que pode fazer frente ao ídolo.

“Finalmente nosso campeão vai enfrentar alguém à sua altura. Indiscutivelmente Jão Jonis (Jon Jones) é melhor lutador e mais completo do que Andissu. Fica a curiosidade de ver como Jão vai reagir diante do Gangster de West Linn, pois até aqui ele só enfrentou lutadores semi-aposentados tais como Rashad, Belfort, Rampage e Shogun”, defende ela.

Para a fã, o combate é duro, mas Sonnen sabe o caminho para parar o campeão dos meio-pesados. “É preciso dizer o óbvio: ‘a luta só termina quando acaba’ e tudo pode acontecer em menos de um segundo - isto inclusive é o que atrai e encanta neste esporte -, portanto eu acredito sim numa vitória do Sonnen”, analisa Lu. “Chael não deve querer inventar a roda, tentando coisas mirabolantes para vencer. Deve fazer aquilo que sabe e treinou a vida toda. Ele sabe onde tem limitações e onde tem vantagens, portanto deve entrar no cage com essas duas coisas em mente.”

Sonnen causou muita polêmica com sua volta aos meio-pesados diretamente em uma chance por cinturão, e contra um rival que bateu quatro ex-campeões do UFC em sequência. Para a presidente do fã-clube, não existe preocupação com um “massacre” ou com a integridade física do desafiante, já que são dois profissionais em ação dentro do octógono, com todas as regras que fizeram o vale-tudo evoluir para o MMA e vencer barreiras importantes no preconceito.

Outra discussão que se abriu com a chance dada a Sonnen foi pelo fato de ele passar outros lutadores na fila dos meio-pesados. Lyoto Machida - o Maxixida para a presidente do fã-clube, pelo fato de o ex-campeão praticar urinoterapia e beber sua própria urina com fins medicionais -foi um deles, e virou alvo dos seguidores do norte-americano:

“Em primeiro lugar, tenho comigo a impressão de que beber urina causa transtornos nas pessoas. Este é o caso do Maxixida. A luta contra o Jão foi oferecida a ele e ele negou, ou melhor, arregou. Depois ficou frustrado, reclamou e choramingou, vai entender… No final das contas a palavra que vale é a do Big Boss Bipolar Grana White que decide as coisas de acordo com os seus intere$$e$”, diz Lu Moralete, mostrando ter suas influências do lado “falastrão” do ídolo.

O lado bom-moço de Sonnen no TUF

Nos últimos meses, Chael Sonnen chegou às TVs dos fãs de MMA com uma imagem até então pouco conhecida. Do falastrão polêmico, ele passou a motivador como técnico do reality show The Ultimate Fighter, que protagonizou ao lado de Jon Jones.

Sonnen se deu melhor que o campeão e levou dois de seus lutadores à final - vencida por Kelvin Gastelum - e surpreendeu com o jeitão sincero e encorajador com que lidou com os pupilos.

“Durante o TUF, o Sonnen mostrou um pouco do que ele é fora dos holofotes. Em Portland ele, gratuitamente, treina um grupo de crianças de 9 anos numa academia, duas vezes por semana, e além disso ajuda financeiramente e como treinador uma Fundação que prepara jovens atletas para se tornarem profissionais do MMA. Acredito que o TUF trouxe ao conhecimento do público em geral um pouquinho deste lado do Sonnen que até então estava “escondido”, por vontade dele mesmo”, explicou a presidente do fã-clube.

Independentemente do resultado no UFC 159, a fã acredita que a imagem de Sonnen permanecerá em destaque. “Ele já escreveu seu nome na história do UFC. Outros lutadores surgirão, outros falastrões aparecerão, mas Sonnen só existirá um. No sábado a noite quando as luzes se apagarem ele voltará para casa. West Linn é seu destino e isso jamais vai mudar. Ele continuará o mesmo, sempre dedicado, disciplinado, treinando muito e sempre, ajudando as crianças e jovens que nele confiam. Esta é a vida dele, é o que ele ama e sabe fazer, ganhando ou perdendo”, concluiu.

ENQUETE

  • Qual gata do MMA vence nestes duelos? Veja as musas e dê seu voto!

Chael Sonnen
Chael Sonnen
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','34948', '')

MMA