PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Evento de MMA tem nazista nocauteado, brasileiro confuso e mais; veja

Zuluzinho enfrentando o russo Yusup Shuaev - Reprodução/Youtube
Zuluzinho enfrentando o russo Yusup Shuaev Imagem: Reprodução/Youtube

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/02/2021 14h36

O evento AMC Fight Nights, que foi realizado ontem, 23, na cidade de Sochi, na Rússia, foi recheado de fatos inusitados. Desde um lutador nazista sendo nocauteado, um braço quebrado durante a luta e um desafio para um duelo entre atletas com 100kg de diferença.

Brasileiro confuso

Com 42 anos, Wagner da Conceição Martins, mais conhecido como Zuluzinho enfrentou o russo Yusup Shuaev. No fim do primeiro round, o brasileiro acertou um cruzado que derrubou o russo. Com isso, Zuluzinho acreditou que havia nocauteado seu oponente, porém foi avisado que o árbitro separou os lutadores porque o round havia acabado. No fim, o Shuaev foi declarado o vencedor, e Zuluzinho não concordou com o resultado.

Após dar entrevista, o brasileiro foi desafiado por um atleta russo, que tem entre 80kg e 100kg a menos do que ele. Zuluzinho aceitou a luta imediatamente, mas o combate ainda não foi oficializado.

Nazista nocauteado

O lutador peso-meio-médio russo, Mikhail 'Pitbull' Turkanov, é declaradamente nazista, tendo várias tatuagens com a suástica. O daguestanês invicto Alibeg Rasulov levou o Turkanov à lona. Com isso, Rasulov aumentou seu cartel invicto para 11-0.

Brasileiro tem braço quebrado e perde cinturão

O brasileiro Gustavo Erak, da categoria peso-meio-médio, enfrentou o russo Vladimir Egoyan na disputa pelo cinturão. Ainda no primeiro round, o brasileiro teve seu braço quebrado, mas aguentou e lutou por mais três rounds, quando os médicos decidiram suspender o combate. Gustavo não queria desistir da disputa.

MMA