PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Benfica diz que se não fosse a COVID-19 teria feito mais de R$ 1 bilhão em venda de jogadores

01/06/2020 19h17

A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe inúmeros impactos para vários setores ao redor de todo o mundo, e no futebol não foi diferente. Além de problemas em campo, várias equipes também sofreram no aspecto financeiro com a bola sem rolar.

E segundo o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, o clube lisboeta deixou de ganhar 200 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão) com a venda de dois jogadores. A declaração foi dada em entrevista à "BTV".

- O Benfica é um dos clubes mais respeitados do mundo e continuará a ser. Hoje, o Benfica não precisa de vender qualquer jogador. Daqui a dois ou três meses, já não sei. Propostas? Só tive uma, de 60 milhões de euros, pelo Vinícius em janeiro. Não vale a pena especularmos porque não sabemos como vai ser o dia a dia. O Benfica, se não fosse a pandemia, tinha praticamente vendidos dois jogadores por 100 milhões de euros cada um. Agora é impossível.

Futebol