PUBLICIDADE
Topo

Montenegro rebate Landim: "conviveu com uma matança de crianças queimadas"

Carlos Augusto Montenegro rebateu presidente do Flamengo, Rodolfo Landim -  Vitor Silva/Botafogo
Carlos Augusto Montenegro rebateu presidente do Flamengo, Rodolfo Landim Imagem: Vitor Silva/Botafogo

26/05/2020 15h21

O clima quente nos bastidores do futebol carioca teve mais um capítulo nesta terça-feira. O integrante do Comitê Gestor de Futebol do Botafogo Carlos Augusto Montenegro lembrou a tragédia do Ninho do Urubu, no ano passado, para rebater uma declaração do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim. O mandatário rubro-negro afirmou ao Fox Sports, na última segunda-feira, que estar contrário do Alvinegro seria estar no "caminho certo". Os dois clubes têm posições contrárias quanto ao retorno dos jogos e treinos no Rio de Janeiro.

O cartola alvinegro atacou: "Em relação à postura fora de campo, temos realmente caminhos muito diferentes. O Flamengo conviveu com uma matança de crianças queimadas, estavam em um quarto de lata, mostrando que não sabia o que era protocolo, preservação de vida. Nesse ano, continuam querendo arriscar vida de jovens e familiares com uma corrida idiota atrás da volta do futebol, de uma forma obstinada, irresponsável. O Botafogo realmente tem um caminho totalmente oposto. Em 2019, não tivemos garotos incendiados. Tentamos preservar a vida dos jogadores, da comissão técnica, familiares, funcionários. Na nossa opinião, eles têm prioridade sobre a volta do futebol. Faremos questão de continuar, fora do campo, com posturas totalmente diferentes em relação ao Flamengo", disse Montenegro, em entrevista ao Extra.

O ex-presidente do Glorioso também provocou o presidente do rival ao atribuir a boa situação financeira do clube da Gávea à gestão anterior a Landim. "Nos últimos anos, a posição do Flamengo nas contas são bem diferentes do Botafogo. Está de parabéns pelo Eduardo Bandeira de Mello ter feito excelente trabalho nos últimos seis anos. Graças ao Eduardo Bandeira de Mello, o Flamengo está nessa situação", finalizou.

Landim evita responder

Procurado pela reportagem após os mais recentes ataques de Montenegro, o presidente do Flamengo evitou uma resposta por ora. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, Landim não iria se manifestar.

Futebol