PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Santos rebate Sampaoli: "Exagerava em tudo; é gozador"

Jorge Sampaoli comanda treino do Santos em junho de 2019; técnico deixou o clube - Ivan Storti/Santos FC
Jorge Sampaoli comanda treino do Santos em junho de 2019; técnico deixou o clube Imagem: Ivan Storti/Santos FC

21/01/2020 06h30

Faz duas semanas que o Santos iniciou a era Jesualdo Ferreira, mas o presidente José Carlos Peres não perde uma chance para alfinetar Jorge Sampaoli. Durante a apresentação de Cristiane, o mandatário afirmou que partiu do argentino a ideia de não deixar as jogadoras do clube atuarem na Vila Belmiro. O time feminino passou a atuar no estádio da Portuguesa Santista, Ulrico Mursa, junto com as três categorias de base do Santos.

"Não dá para ficar prometendo uma coisa que está no planejamento. A nossa intenção é que jogue na Vila, temos um problema de estrutura, mas vamos enfrentar dessa forma. A questão dos treinamentos vamos resolver também. No ano de 2019, tivemos um treinador que achava que só ele devia jogar na Vila. O objetivo era ser campeão, tivemos de ceder", disse Peres.

Na apresentação de Jesualdo, Peres havia desmentido Sampaoli, que disse que não conversava com o presidente há cinco meses. Além disso, chamou o argentino de "exagerado".

"Não é verdade que não falei com ele há cinco meses. Ele exagerava em tudo, é gozador. Falou que um jogador era o centésimo da lista. É impossível. Estou quase que diariamente no CT, participo da vida do clube, procuro contribuir sem interferir no trabalho do treinador. Fico no administrativo/financeiro, que já é difícil, e trazemos um top porque é o comandante. Cinco meses é impossível se estou diariamente. Contratamos Paulo Autuori, e deleguei a ele o assunto. Se não, não precisava do Autuori. Almoçamos juntos, trocamos ideias, e ele se referiu a estar mais presente com ele", declarou o mandatário.

Em 2019, enquanto Peres despistava falar sobre assuntos internos, Sampaoli fazia questão de expor a demora da diretoria em contratar um camisa 9 e a preferência em mandar todas as partidas na Vila. Além disso, criticou a condução da negociação para Gustavo Henrique, hoje no Flamengo, renovar com o Peixe.

Paulo Autuori foi contratado em julho do ano passado justamente para apaziguar a situação. Em uma participação no canal Sportv, o ex-superintendente de futebol afirmou que a relação entre ambos estava melhor depois de sua chegada.

Autuori, inclusive, era um dos trunfos para Sampaoli ficar no Santos em 2020. Porém, depois de criticar publicamente a diretoria e garantir que não ficaria nesta temporada em entrevista coletiva, o profissional acabou demitido.

Enquanto isso, Jesualdo segue trabalhando e elogiando o elenco santista. Ele acredita que o Peixe pode realizar uma estreia "à altura da história do clube" contra o Bragantino, nesta quinta-feira (23), às 19h15, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista.

Band: Santos está pronto para o Paulistão e estreia de Jesualdo

Jogo Aberto

Santos