PUBLICIDADE
Topo

Santos

Empate na estreia do Paulistão mostra potencial de jovens da base do Santos

Jean Mota comemora gol do Santos contra o Santo André, pelo Campeonato Paulista - Ettore Chiereguini/AGIF
Jean Mota comemora gol do Santos contra o Santo André, pelo Campeonato Paulista Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

01/03/2021 08h00

O torcedor do Santos talvez tenha estranhado a escalação do Peixe no último domingo (28). A equipe estreou no Campeonato Paulista diante do Santos André, 2 a 2, com um time formado em sua maioria por jovens da base. A exceção foi Jean Mota e o goleiro Vladimir.

Mais experientes, coube a Jean Mota e Vladimir liderarem os meninos da Vila na estreia do Paulista. Com protagonismo de ambos - gol do meia e grande atuação do goleiro -, o Santos reagiu diante do Santo André e ficou no empate por 2 a 2.

Dos 19 jogadores relacionados para a partida, Jean Mota foi o único não formado nas categorias de base da Vila e destacou a atuação dos jovens: "Foi uma boa estreia, se portaram bem. Fizemos gols de bola trabalhada. Pelo todo, o time está de parabéns".

Destaque também pela dinâmica formada no meio-campo, com Gabriel Pirani, Kevin Malthus e Vinicius Balieiro. Os três participaram diretamente dos gols do Peixe.

O empate serviu para mostrar que o futuro treinador da equipe, Ariel Holan, poderá contar com o pessoal mais novo para a sequência da temporada que se inicia. O argentino, inclusive, acompanhou o confronto nas arquibancadas do Canindé.

O Santos volta a campo na próxima quarta-feira (3), às 17h, na Vila Belmiro. O Peixe recebe a Ferroviária pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Santos