PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians abre mão do Brasileirão pela 1ª vez em aposta pela Libertadores

Matheus Martins, do Fluminense, disputa lance com Robson, do Corinthians, em jogo pelo Brasileirão - Jorge Rodrigues/AGIF
Matheus Martins, do Fluminense, disputa lance com Robson, do Corinthians, em jogo pelo Brasileirão Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/07/2022 04h00

Classificação e Jogos

Pela primeira vez, o técnico Vítor Pereira aceitou abrir mão do Brasileirão e utilizou uma equipe (bastante) alternativa do Corinthians ontem (2). A opção, com tom de sacrifício, resultou em uma goleada por 4 a 0 para o Fluminense no Maracanã, na 15ª rodada.

O treinador lamentou demais o revés e disse que não recordava, na sua carreira, "de uma derrota assim'. No entanto, ele acredita que a estratégia adotada foi a melhor, pois o Timão sofria com muitas baixas por lesão e irá decidir sua classificação às quartas da Libertadores nesta terça (5), às 21h30, contra o Boca na Bombonera. Na coletiva, mais de uma vez, o técnico deixou claro que seu foco está no rival argentino.

"Não temos que ficar falando dessa derrota apenas. São três pontos recuperáveis. O próximo jogo não é, não tem como recuperar. Então já temos que focar no próximo jogo. Vamos ver quais os jogadores disponíveis. Espero recuperar alguns deles para nos apresentarmos competitivos contra o Boca", disse.

Contra o Flu, Vítor não podia contar com dez atletas: Gil, João Victor, Renato Augusto, Maycon, Roni, Rafael Ramos, Fagner, Willian, Du Queiroz e Gustavo Mosquito. Cássio foi o único dos titulares que iniciou a partida. Mantuan, Giuliano, Fábio Santos, Adson e Róger Guedes ainda entraram na etapa final.

"Depois, jogadores que têm jogado pouco misturados com jovens, que não têm muita ligação entre eles, além dos treinos. Tentamos colocar um ou outro jogador para dar um pouco de tranquilidade para a equipe, mas só podíamos arriscar 45 minutos, senão acumularíamos tempo, que nos afetaria contra o Boca", completou.

A necessidade fez com que ele contasse com alguns atletas da base para encarar o Tricolor. Guilherme Biro, de 18 anos, fez sua estreia pelo Alvinegro logo como titular, mas pouco chamou a atenção em uma partida que o Corinthians ficou pouco com a bola.

Apesar da confiança na recuperação, os tropeço pode custar caro para o clube, que liderou o Brasileirão até a nona rodada. Há dois jogos sem marcar gols, o time já caiu para o quarto lugar, com 26 pontos ganhos.

Corinthians