PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

10 anos da Libertadores corintiana: a história do baseado e a capa da Folha

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

30/06/2022 04h00

Classificação e Jogos

No dia 4 de julho de 2012, o Corinthians escreveu o ponto final de sua trajetória em busca do título da Copa Libertadores. No estádio do Pacaembu, a equipe comandada por Tite venceu o Boca Juniors por 2 a 0 e conquistou — de forma invicta — o principal torneio de clubes da América do Sul. Naquela noite, as histórias de três homens se cruzaram de maneira inesperada.

Dez anos depois, o UOL conta esse encontro em "A libertação corintiana", um documentário que reúne as histórias nunca contadas daquela partida. Produzido por MOV, a produtora audiovisual do UOL, o filme está disponível para a audiência somente nesta quinta-feira (30/06). A partir de sexta-feira (01/07), o conteúdo será exclusivo para assinantes do UOL Play.

O baseado e a capa de jornal

Um dos personagens do filme é o torcedor Luiz Bicchioni. Ele narra como conseguiu um dos disputados ingressos para a decisão no dia do jogo e o perdeu nas catracas do Pacaembu. Flagrado pela Polícia Militar com um cigarro de maconha no bolso, o senso comum diria que ele estava fora da final.

Como, então, Luiz estampou a capa do jornal "Folha de S. Paulo" no dia seguinte ao título corintiano? Só assistindo ao vídeo aí em cima para saber...

Capa da Folha de S.Paulo de 5/07/2012, com o torcedor Luiz Bicchioni ao centro - Reprodução - Reprodução
Capa da Folha de S.Paulo de 5/07/2012, com Luiz ao centro
Imagem: Reprodução

A verdade sobre a faixa de campeão de Tite

Outra história inédita do documentário é a da foto aqui embaixo. Quem olha não tem dificuldade em criar um significado: Tite, o técnico campeão, escolhe um torcedor para receber uma faixa de campeão, simbolizando a força do "Bando de Loucos" nas arquibancadas. Mas será que é só isso? E qual foi o caminho que levou Lucas dos Santos, o torcedor em questão, até esse momento?

Cena do documentário "A libertação corintiana" em que Tite coloca a faixa de campeão da Libertadores no gandula Lucas dos Santos - UOL com foto de Rodrigo Coca/Corinthians - UOL com foto de Rodrigo Coca/Corinthians
Tite coloca a faixa de campeão da Libertadores em Lucas
Imagem: UOL com foto de Rodrigo Coca/Corinthians

O que Gamarra fazia no Pacaembu?

Você pode nunca ter ouvido falar de Luiz ou de Lucas, mas certamente já viu o paraguaio Gamarra. Jogador de Copa do Mundo, defendeu outras camisas brasileiras e foi jogador do Timão no final da década de 1990, bem antes daquela partida. Mas o que o ex-zagueiro fazia na arquibancada do Pacaembu naquela noite? Aqui vale o spoiler: foi para realizar um sonho da filha.

Gamarra em cena do documentário "A libertação corintiana" - ele foi ao Pacaembu na final da Libertadores entre Corinthians e Boca, em 2012 - UOL - UOL
Gamarra no Pacaembu na final da Libertadores
Imagem: UOL

Minha filha praticamente me obrigou. Ela é super corintiana", contou no documentário. Gamarra cobrou favores para conseguir os ingressos, mas valeu a pena: "Foi a melhor coisa que fiz". Agora, se você quiser saber qual foi a reação dos corintianos ao encontrar o ídolo na arquibancada, tem de assistir ao filme.

Ao longo de quase 30 minutos, o documentário traz também as lembranças do meia Danilo e do goleiro Júlio César — membros do elenco campeão em 2012. O fotógrafo Rodrigo Coca, um dos responsáveis pelas imagens exclusivas produzidas pelo clube do Parque São Jorge naquela noite, relata momentos que antecederam o apito inicial no Pacaembu e bastidores do clima no vestiário do Corinthians.

Naquela temporada, depois de levantar a tão sonhada taça da Copa Libertadores, o Corinthians viajou ao Japão para a disputa do Mundial de Clubes e, na decisão, bateu o campeão europeu Chelsea, por 1 a 0, encerrando seu ano dourado e eternizado no coração de cada um de seus torcedores.

Corinthians