PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Hulk perde pênalti no fim, e Atlético-MG decide vaga contra Emelec em casa

Jackson Rodriguez, do Emelec, disputa bola com Ademir, do Atlético-MG, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores - RODRIGO BUENDIA / AFP
Jackson Rodriguez, do Emelec, disputa bola com Ademir, do Atlético-MG, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores Imagem: RODRIGO BUENDIA / AFP

Do UOL, em Belo Horizonte (MG)

28/06/2022 21h08

Classificação e Jogos

Ficou para o Mineirão a definição da vaga nas quartas de final da Copa Libertadores, mas o Atlético-MG pode lamentar bastante o empate em 1 a 1 com o Emelec, na noite de hoje (28), no estádio George Capwell, em Guayaquil (EQU). O Galo teve a chance da vitória aos 42 minutos do segundo tempo, mas Hulk parou no goleiro Ortiz ao desperdiçar o pênalti que poderia dar a vitória ao Alvinegro.

Além do pênalti perdido, o Atlético foi superior ao Emelec. Apesar da expulsão do volante Allan, aos 21 minutos da etapa final, as melhores chances criadas foram da equipe brasileira, o que reforça a sensação de que o placar final poderia ter sido positivo ao Galo.

Com o resultado, o Atlético precisa vencer o Emelec na próxima terça-feira (5), para avançar às quartas de final da Libertadores. Novo empate leva a decisão para a disputa de pênaltis, enquanto o Emelec joga por vitória simples.

Quem foi bem: Ortiz

O goleiro Pedro Ortiz foi decisivo para manter o Emelec vivo na disputa. Defendeu uma bola cara a cara com Hulk e depois pegou o pênalti cobrado pelo atacante atleticano.

Quem foi mal: Allan

Num lance em que a falta foi para o Atlético, o volante Allan se desentendeu com Jackson Rodríguez e foi expulso, após revisão do VAR. O atleticano realmente acertou uma cotovelada no jogador do time equatoriano. Com o vermelho de Allan, o Galo jogou por mais de 20 minutos com um jogador a menos.

O jogo do Atlético-MG: chutão para o Hulk

Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Ademir contra o Emelec pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores - RODRIGO BUENDIA / AFP - RODRIGO BUENDIA / AFP
Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Ademir contra o Emelec pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores
Imagem: RODRIGO BUENDIA / AFP

A estratégia de jogo do Atlético-MG no Equador foi tentar bolas longas com o Hulk, como funcionou em alguns lances. Inclusive, na jogada do gol alvinegro, quando o camisa 7 dominou bem lançamento de Everson e passou para Nacho, que deixou Ademir livre para marcar. Apesar da superioridade técnica, o Atlético optou por jogar no contra-ataque.

Cronologia

O Atlético abriu o placar logo aos 15 minutos do primeiro tempo, com o atacante Ademir. Méritos também para Hulk, que dominou com muita qualidade uma bola lançada pelo goleiro Everson. O camisa 7 do Galo fez o pivô e passou para Nacho, que encontrou Ademir sozinho, dentro da área, para finalizar no canto direito do goleiro Ortiz. O empate do Emelec foi de pênalti, cobrado pelo capitão Sebastián Rodríguez, aos 13 minutos do segundo tempo. A penalidade foi marcada após análise do VAR, que viu uma cotovelada do zagueiro no rosto do atacante do time equatoriano.

Susto no fim do primeiro tempo

Com uma postura mais defensiva, o Atlético fazia um jogo sem sustos. Até o minuto 41 da etapa inicial, quando a defesa deu bobeira e Jackson Rodríguez ficou sozinho com Everson, mas para sorte do Galo a finalização foi na trave.

Gol perdido e pênalti para o Emelec

Sebastian Rodriguez, do Emelec, comemora gol contra o Atlético-MG pela Copa Libertadores - Rodrigo BUENDIA / AFP - Rodrigo BUENDIA / AFP
Sebastian Rodriguez, do Emelec, comemora gol contra o Atlético-MG pela Copa Libertadores
Imagem: Rodrigo BUENDIA / AFP

O Atlético conseguiu contra-atacar no começo do segundo tempo e Hulk deixou Ademir sozinho, mas o camisa 19 chutou em cima do goleiro Pedro Ortiz. Mas se a bola entra, nada ia valer. A origem da jogada foi o pênalti para o Emelec, marcado após análise do VAR. Nathan Silva acertou o braço no rosto do atacante adversário e a penalidade foi bem marcada.

Hulk perde pênalti

Quando tudo caminhava para o empate, o Atlético teve ótima chance com Hulk, que foi derrubado dentro da área. Mas o camisa 7 do Galo perdeu o pênalti, que foi bem defendido pelo goleiro Ortiz.

FICHA TÉCNICA:

EMELEC 1 x 1 ATLÉTICO-MG

Competição: Copa Libertadores - jogo de ida das oitavas de final
Local: George Capwell, em Guayaquil (EQU)
Data e horário: 28 de junho de 2022, às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Diego Bonfá (ARG)
VAR: Johny Bossio (ARG)
Cartões amarelos: Bruno Pittón, Eddie Guevara, Jackson Rodríguez, Arroyo e Marlon Mejía (EME); Nathan Silva (CAM)
Cartão vermelho: Allan (CAM)
Gols: Ademir, aos 15' minutos do primeiro tempo; Sebastián Rodríguez, aos 13 minutos do segundo tempo

EMELEC: Pedro Ortiz, Bryan Carabalí, Marlon Mejía (Garcés), Eddie Guevara e Jackson Rodríguez (Vera); Dixon Arroyo, Sebastián Rodríguez, José Cevallos (Romario Caicedo) e Alexis Zapata; Bruno Pittón e Alejandro Cabeza (Quiroga). Técnico: Ismael Rescalvo

ATLÉTICO-MG: Everson, Guga, Nathan Silva, Alonso e Guilherme Arana; Allan, Otávio, Rubens (Réver) e Nacho Fernández (Calebe); Ademir (Vargas) e Hulk. Técnico: Turco Mohamed