PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro: Pezzolano evita cravar retorno de jovem promessa após renovação

Daniel Jr Cruzeiro renovou contrato até 2025 com o Cruzeiro  - Staff Images
Daniel Jr Cruzeiro renovou contrato até 2025 com o Cruzeiro Imagem: Staff Images

Lohanna Lima

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

29/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

Enquanto resolvia os trâmites para a renovação contratual com o Cruzeiro, o atacante Daniel Júnior voltou a treinar no sub-20 — situação que desagradou o staff do jogador em meio à negociação. Com a situação definida e um novo vínculo assinado até dezembro de 2025, o retorno do jogador ao grupo principal, no entanto, é tratado com cautela pelo técnico Paulo Pezzolano, que, após a vitória diante do Criciúma, esclareceu que a decisão não foi relacionada apenas à questão contratual.

Pezzolano foi questionado se Daniel poderia estar entre os relacionados para o duelo contra o Operário, pela décima rodada da Série B, após o acerto entre as partes. O treinador uruguaio, então, pediu paciência em relação ao tema e explicou que o atleta de 20 anos ainda precisa evoluir em algumas questões.

"Ele é um menino. Ele vai jogar no sub-20, não por contrato, mas por uma questão esportiva. Não foi 100% por contrato. Ele tem que melhorar muita coisa, é um menino, que daqui a pouco joga, daqui a pouco não. Tem tempo. O que ele tem que se preocupar é em melhorar todos os dias para mais na frente ser um jogador decisivo. Hoje, ele não é um jogador decisivo. Ele pode somar por momentos à equipe", explicou Pezzolano.

Daniel foi lançado pelo técnico uruguaio no Campeonato Mineiro e vem recebendo chances gradativas na equipe. Durante a renovação do contrato, que inicialmente ia até 2023, a volta do jogador à base foi relacionada ao caso de Vitor Roque, que estava jogando no time principal e despertou o interesse do Athletico-PR. O jogador se transferiu para o Furacão após o clube paranaense pagar a multa do atleta.

Como o salário de Daniel estava entre os mais baixos da equipe, a multa rescisória do mercado interno era baixa e era de cerca de R$ 9 milhões. A indefinição colaborou para que o Cruzeiro retirasse o jogador da vitrine até que uma valorização fosse acertada entre as partes.

Com apenas 20 anos, Daniel soma 17 jogos pelo Cruzeiro neste ano e dois gols.

Cruzeiro