PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2022

Em jogo movimentado pelo VAR, Cruzeiro bate Criciúma segue líder da Série B

Jajá, do Cruzeiro, celebra gol marcado contra o Criciúma em jogo da Série B - Beno Kuster Nunes/AGIF
Jajá, do Cruzeiro, celebra gol marcado contra o Criciúma em jogo da Série B Imagem: Beno Kuster Nunes/AGIF

Lohanna Lima

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

27/05/2022 23h33

Classificação e Jogos

Em um jogo pegado e com VAR atuante, o Cruzeiro venceu Criciúma por 1 a 0, nos acréscimos, no Heriberto Hülse, e segue líder da Série B do Brasileiro. O resultado ampliou a sequência de vitórias da Raposa na competição, que agora soma seis triunfos consecutivos. O Criciúma teve Léo Costa expulso e um gol anulado na primeira etapa - ambas as situações chanceladas pelas imagens de VAR,

O Cruzeiro entrou em campo sabendo que, independentemente do resultado, não tinha mais chances de perder a liderança na rodada, visto que o Bahia foi derrotado pelo Tombense por 1 a 0, em Muriaé, antes de a bola rolar em Santa Catarina.

Com 22 pontos, o time mineiro está a cinco à frente do Vasco, que ocupa o segundo lugar. Caso o Novorizontino perca para o CSA e o Grêmio para o Vila Nova, a Raposa terminará a rodada com nove pontos de vantagem em relação ao quinto colocado. Já o Criciúma soma dez pontos e segue na parte intermediária da tabela.

O Cruzeiro volta a campo na próxima sexta-feira (3), diante do Operário, às 21h30 (de Brasília), em Ponta Grossa, no Paraná. O Criciúma visita o Bahia, no sábado (4), às 16h30, na Arena Fonte Nova.

Primeiro tempo

Foi uma etapa de poucas chances claras, mas que só esquentou mesmo na reta final e a favor dos donos da casa. Antes, no entanto, o Tigre ficou com um jogador a menos. Aos 26, Léo Costa deu uma forte entrada em Jajá. Ele foi amarelado pelo árbitro, mas o VAR recomendou a checagem do lance e o atleta foi expulso. Mesmo com um menos, o Criciúma foi para cima e teve boa chance de Thiago Alagoano, que bateu de primeira, após lançamento de Marquinhos Gabriel para ótima defesa de Cabral.

Aos 51, Marquinhos Gabriel ganhou do Brock, cruzou para a área e Hermes mandou para o fundo das redes. No entanto, o VAR entrou em ação novamente e anulou o gol por toque no braço do jogador do Criciúma. O lance gerou revolta e a primeira etapa terminou com pressão para cima da arbitragem.

Lance de gol anulado em Cricipuma - Reprodução/Sportv  - Reprodução/Sportv
Marcelo Hermes em lance anulado no jogo entre Criciúma x Cruzeiro
Imagem: Reprodução/Sportv

Segundo tempo

Com um jogador a mais e três mudanças feitas por Paulo Pezzolano no intervalo, o Cruzeiro voltou para a segunda etapa fazendo pressão em cima dos donos da casa. Aos 9, Geovane chutou da intermediária, e Gustavo espalmou. Dois minutos depois, Oliveira também tentou de longa distância e a bola bateu no goleiro do time catarinense. Aos 13, Leo Pais recebeu de Rodolfo, buscou o canto direito de Gustavo, que defendeu novamente. A equipe de Pezzolano seguiu criando chances, mas o gol só saiu aos 47 minutos, com um chute de fora da área, com Jajá

Noite apagada do artilheiro

Principal goleador do Cruzeiro no ano, com 14 gols em 19 jogos, Edu não teve uma boa noite em Criciúma. Durante todo do primeiro tempo, ele ficou isolado no ataque e recebeu poucas bolas. O jogador foi sacado por Paulo Pezzolano no intervalo e deu lugar a Rodolfo.

Defesa intacta

O resultado manteve o sistema defensivo cruzeirense contente. O time não toma gols há sete jogos, sendo seis pelo Brasileirão e um pela Copa do Brasil. Com isso, o goleiro Rafael Cabral ultrapassou Dida e agora possui a segunda maior sequência de um goleiro sem tomar gols pela Raposa, atrás de Raul, que ficou 11 jogos seguidos sem ser vazado na década de 70.

Tabu mantido

Cruzeiro e Criciúma não se enfrentavam há mais de seis anos. Além da liderança, a Raposa entrou em campo de olho na manutenção de um tabu de mais de 20 anos sem perder para os catarinenses e conseguiu. A última derrota da equipe mineira para o Criciúma foi em março de 2002, quando foi superada no Mineirão, por 2 a 1, em jogo válido pela extinta Copa Sul Minas.

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA 0 x 1 CRUZEIRO
Competição:
Série B do Campeonato Brasileiro - 9ª rodada
Data e hora: 27 de maio de 2022 (sexta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilla (Fifa/PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Rodrigo Carvalhães de Miranda (PR)
Cartões amarelos: Gustavo e Marquinhos Gabriel (CRI) Oliveira, Luvannor e Geovane (CRU)
Cartão vermelho: Léo Costa (CRI)
Gol: Jajá, aos 47 minutos do segundo tempo (CRU)

CRICIÚMA: Gustavo; Claudinho (Cristovam), Rodrigo, Rayan e Marcelo Hermes; Léo Costa, Arilson e Rafael Bilu (Eduardo Melo); Thiago Alagoano (Rômulo), Marquinhos Gabriel (Lucas Xavier) e Fellipe Mateus (Marcos Serrato). Técnico: Cláudio Tencatti.

CRUZEIRO: Rafael Cabral; Geovane Jesus (Adriano), Eduardo Brock e Oliveira; Rafael Santos (Matheus Bidu), Willian Oliveira, Neto Moura e Fernando Canesim (Luvannor); Waguininho (Leo Pais), Jajá e Edu (Rodolfo). Técnico: Paulo Pezzolano.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado, o jogo terminou 1 a 0 para o Cruzeiro, e não foi um empate sem gols. O erro foi corrigido.