PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Reforço 'discreto' agrada Carille e ganha espaço na pré-temporada do Santos

Bruno Oliveira, meia do Santos - Ivan Storti/Divulgação Santos FC
Bruno Oliveira, meia do Santos Imagem: Ivan Storti/Divulgação Santos FC

Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

16/01/2022 04h00

Bruno Oliveira chegou ao Santos sem alarde, mas aos poucos tem ganhado seu espaço nos treinamentos do técnico Fábio Carille.

A comissão técnica tem gostado do desempenho do meia de 23 anos na pré-temporada. O jovem chegou emprestado pela Caldense até dezembro após atuar na Série B pelo Vitória.

Bruno pode atuar como armador ou como segundo volante. E Carille viu nele um jogador dinâmico, de dois ou três toques na bola, e inteligente. A orientação é que ele use mais a boa finalização para não priorizar sempre o passe.

Fabio Carille não tinha muitas referências sobre Bruninho, então o bom nível nos treinos surpreendeu o treinador. A concorrência é grande na posição, mas o reforço deve ser utilizado com frequência no Campeonato Paulista.

"Gosto de estar com a bola no pé. Fico incomodado quando a bola não vem para mim. Sou um cara guerreiro. Meus companheiros falavam que eu tenho três pulmões por causa da minha velocidade", disse Bruno Oliveira, no anúncio oficial do Santos.

Natural de Vinhedo (SP), Bruninho é santista de coração. Ele começou no Bragantino e passou por XV de Piracicaba, Grêmio Osasco, Caldense e Vitória antes de acertar com o Santos. O contrato de empréstimo tem salário considerado baixo para o padrão do Peixe e valor previamente combinado para a compra.

Monitorado há meses pelo departamento de inteligência do Santos, Bruno mal dormiu quando soube do acerto no fim de novembro e precisou ficar mais de um mês em silêncio nas redes sociais até o clube confirmar o acordo.

"Foi impactante. Sou santista por influência da minha família e a ficha ainda não caiu. Estou muito emocionado em estar aqui. É um grande sonho!", falou o meia.

Futebol