PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Jovens pedem passagem e indicam mais competição no Flamengo em 2022

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

07/12/2021 04h00

Classificação e Jogos

A derrota por 1 a 0 para o Santos deixou um gosto amargo na torcida do Flamengo, mas o jogo que marcou o adeus no Maracanã indica que o elenco terá um oxigênio mais renovado em 2022.

É bem verdade que problemas de lesões e suspensões limitaram muito as opções do técnico Maurício Souza, porém alguns jovens deixam claro que pedem passagem e a promessa é de uma briga mais acirrada por um lugar ao sol.

Em um time titular com alguns nomes já em estágio final de carreira, jovens como Hugo e João Gomes mostraram que a solução pode estar dentro de casa. Diante do Peixe, o goleiro e o volante se destacaram com atuações seguras e de personalidade.

Matheuzinho, outro que dá mostras de que pode ocupar um espaço, não fez um jogo brilhante, mas também já deu demonstrações de sobra de que pode ser uma sombra real para Isla, assim como Ramon, fora da relação por conta do acidente automobilístico, está para Filipe Luís.

Em um partida cujo maior apelo era o adeus ao torcedor em 2021, Mauricinho, ele próprio uma cria da casa rubro-negra, tratou de dar minutos para garotos que enchem de esperança o torcedor. Para ganharem bagagem no time de cima e entrarem na temporada seguinte mais encorpados, Matheus França, Thiaguinho e Lázaro receberam oportunidades.

"O Matheus França é realmente um jogador diferente. Um jogador que está evoluindo e tenho certeza que o Flamengo vai saber aproveitar da melhor maneira possível", disse Maurício.

Já não tão garoto assim, Pedro é mais um que "grita" por mais oportunidades. Centroavante de toque refinado e faro de gol, ele tem sofrido com a concorrência de Gabigol, que tem status de intocável no clube no qual ele é ídolo e herói. De olho em um lugar na seleção brasileira, o camisa 21 sabe que chega em um momento de decisão na Gávea.

"Cabe a nós trabalharmos e termos a humildade de reconhecer o que não fizemos de bom e que temos de melhorar para o ano que vem. Tem de ter brio, força de vontade. Para representar um grande clube, precisa trabalhar no limite. Esse grupo precisa crescer e amadurecer, ficam as lições para o ano que vem", afirmou David Luiz ao "Premiere".

Na quinta-feira (9), o Fla visita o Atlético-GO, 21h30, no Estádio Antônio Accioly. Já em ritmo de férias, a tendência é que a equipe seja totalmente reserva e repleto de meninos em Goiânia. O futuro já começou no Flamengo.

Flamengo