PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Gabigol perde pênalti e Santos vence Fla no adeus rubro-negro ao Maracanã

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

06/12/2021 21h56

Classificação e Jogos

No adeus rubro-negro ao Maracanã em 2021, o Santos venceu o Flamengo venceu por 1 a 0, pelo Brasileiro, com gol do atacante Marcos Leonardo. O resultado garantiu o Peixe na elite em 2022, e manteve suas chances de ir à Libertadores: para isso, precisa vencer na última rodada e torcer por tropeços de Ceará, Atlético-GO, América-MG e Fluminense

A partida foi bem disputada e as equipes alternaram possibilidades para marcar. No fim, prevaleceu o time que executou melhor sua proposta de marcar bem e aproveitar os espaços. Ídolo da torcida da casa, Gabigol cobrou um pênalti na trave e perdeu a chance de empatar o duelo.

Na quinta-feira (9), o Fla visita o Atlético-GO, 21h30, no Estádio Antônio Accioly. No mesmo dia e horário, o Alvinegro recebe o Cuiabá na Vila Belmiro.

Quem foi bem: Braga e Marinho em boa jornada

O atacante do Santos atuou como lateral esquerdo quando a equipe não tinha a bola e não teve nenhuma falha grave no setor. Pelo mesmo lado do campo, foi o ponta que mais levou perigo à defesa rubro-negra. Outro que incomodou demais os rivais foi o atacante Marinho, que achou bons passes e deu muito trabalho.

Na seca! Gabigol não marca
Gabigol - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Cria do Peixe, Gabigol não voltou a castigar o seu ex-clube. Em novo encontro, ele passou em branco. O camisa 9 perdeu um pênalti e foi parado duas vezes por João Paulo.

Flamengo: posse sem tanta ação

Empurrado por sua torcida, o Flamengo tratou de tomar a iniciativa do jogo. Ocorre, no entanto, que os donos da casa encontraram alguma dificuldade para quebras as linhas santistas, embora tenham criado algumas oportunidades de marcar. A equipe trabalhou quase que o tempo todo pela direita, circulou a bola, porém encarou um time bem organizado que dificultou suas ações.

Santos: atuação inteligente no Maracanã
Santos - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Com os alas Madson e Lucas Braga ajudando a criar uma linha de cinco na defesa quando o time mandante tinha a bola, o Santos conseguiu se trancar bem. No entanto, a equipe foi eficaz no ataque, criou boas chances e conseguiu marcar com Marcos Leonardo, que chegou ao quarto gol nas últimas três partidas. Depois de ficar em vantagem no placar, se fechou nos últimos 30 minutos do confronto, mas tentou sempre dar a estocada para marcar.

Goleiros brilham

Os goleiros Hugo e João Paulo foram duas das grandes figuras no jogo no Maracanã. O rubro-negro e o santista brilharam com defesas difíceis e aparecerem bem sempre que acionados.

Cronologia

Aos 28, Matheuzinho cruzou e Pedro bateu de primeira para abrir o placar. Na revisão, o VAR apontou impedimento do lateral. Aos 11 do 2º tempo, Marcos Leonardo aproveitou boa jogada individual de Marcos Guilherme e fez 1 a 0. Aos 22, Gabigol cobrou pênalti na trave.

Pedro 100

Titular contra o Santos, o atacante Pedro completou 100 jogos vestindo rubro-negro. O feito foi lembrado pelas redes sociais do Flamengo antes de a bola rolar e ganhou uma camisa com o número 100 às costas. O lateral Renê, que completou 200 partidas na última rodada, foi homenageado e recebeu uma camisa e uma placa comemorativa na beira do campo.

Bom público

Apesar de o jogo não ter muito apelo, a torcida do Flamengo compareceu em bom número para apoiar o time. Foram 41.930 torcedores presentes no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X SANTOS

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Dia: 06 de Dezembro de 2021, segunda-feira
Horário: 20h
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Gols: Marcos Leonardo, aos 11 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Pedro, Matheuzinho, Rodinei (FLA); Marcos Leonardo, Kayky, Raniel (SAN)
Cartões vermelhos:

Flamengo: Hugo; Matheuzinho, Gustavo Henrique, David Luiz e Rodinei; João Gomes (Lázaro), Andreas e Vitinho (Thiaguinho); Everton Ribeiro (Matheus França), Gabigol e Pedro. Técnico: Maurício Souza.

Santos: João Paulo; Kaiky, Luiz Felipe e Danilo Boza; Madson, Camacho (Balieiro), Vinícius Zanocelo e Lucas Braga; Marinho (Ângelo), Marcos Guilherme (Sandry) e Marcos Leonardo (Raniel). Técnico: Fábio Carille