PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter planeja 2022 sem Diego Aguirre e com reformulação no elenco

Diego Aguirre não deve seguir no Internacional para a temporada 2022 - Divulgação/Inter
Diego Aguirre não deve seguir no Internacional para a temporada 2022 Imagem: Divulgação/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

07/12/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Internacional está decidido a mudar. Depois de perder para o Atlético-GO, ontem (6), por 2 a 1, a palavra de ordem nos vestiários era "reformulação". E o planejamento para 2022 começa por uma nova comissão técnica e uma mudança moderada no elenco, segundo apurou o UOL Esporte.

A análise nos bastidores é que o grupo vermelho tem poucas opções em alguns setores e que não há muitas alternativas no mercado da bola para suprir carências dentro dos limites financeiros impostos pelo clube. A busca é por um atacante, um lateral direito e um volante.

Jogadores com Moisés e Rodrigo Lindoso devem permanecer, tendo seus vínculos renovados. Por outro lado, Lucas Ribeiro, Marcelo Lomba e Renzo Saravia, cujos vínculos se encerram no fim do ano, deixarão o clube.

Entre os jogadores com vínculos mais longos, Patrick e Edenilson podem ser envolvidos em negociações. O mesmo vale para Victor Cuesta, cujo vínculo vai apenas até o meio do ano que vem.

Outros que devem deixar o Colorado são Boschilia e Zé Gabriel. Ambos não são aproveitados com frequência.

Mas o Inter não imagina uma troca tão brusca imediatamente em sua fotografia. Isso porque não ostenta potencial de investimento alto e, provavelmente sem vaga na próxima Libertadores, terá orçamento ainda mais restrito. Assim, arriscaria não conseguir reposição para os atletas que possa perder. Tal premissa justifica as negociações para manter Moisés e Lindoso, por exemplo.

A comissão técnica, por sua vez, irá mudar. Independente de Aguirre comandar ou não a seleção do Uruguai, a direção está descontente com o rendimento atual da equipe. Por isso, já vasculha o mercado atrás de um substituto. Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza, é o predileto. Roger Machado ainda aparece na lista de alvos.

"Temos que fazer uma reformulação, mas o campeonato ainda não terminou. Temos mais uma partida pela frente e vamos em busca dos três pontos. Fazer uma avaliação agora do que passou e projetar o que pode vir é prematuro", disse o vice de futebol Emilio Papaléo Zin.

Internacional