PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio sofre, empata com Cuiabá em casa e aumenta pressão sobre Felipão

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

06/10/2021 23h26Atualizada em 07/10/2021 00h43

Classificação e Jogos

O Grêmio empatou com o Cuiabá, hoje (6), em Porto Alegre. O placar de 2 a 2 em jogo da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro veio em jogo cheio de tensão, do início ao fim. A atuação gremista teve falhas defensivas, pouca criatividade e do outro lado viu o adversário ser preciso nas finalizações. O desempenho e placar, que mantém o clube gaúcho no Z4, aumentam a pressão sobre Luiz Felipe Scolari. Depois da partida, a diretoria garantiu a permanência de Felipão no cargo.

Agora, o Grêmio acumula três partidas sem vitória: derrotas para Athletico-PR e Sport e empate com o Cuiabá. Dois destes jogos na Arena do Grêmio.

Max abriu o placar, ainda no primeiro tempo. O Grêmio empatou no início da etapa final, com Alisson. Mas Marllon marcou e, dois minutos depois, Alisson fez de novo.

O jogo começou com tensão pela semana gremista. Depois da derrota para o Sport, no domingo (3), houve discussão de jogadores no vestiário do Grêmio e reunião de quase duas horas no CT, na última segunda-feira.

O Grêmio, agora, tem 23 pontos e ocupa a 17ª posição. O Cuiabá chegou a 30 e está no 12º posto.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o Santos e o Cuiabá recebe o São Paulo. O jogo na Vila Belmiro é no domingo (10). A partida na Arena Pantanal acontece na segunda-feira (11).

Em campo a ansiedade foi quase palpável. Nervoso, o Grêmio sofreu mesmo quando teve a bola e pressionou. No primeiro tempo, a atuação foi mais tímida e nervosa. Na etapa final, a pressão foi maior.

Quem decidiu: Alisson

Meia-atacante, muito criticado nas redes sociais e candidato a sair do time, foi titular e salvou o Grêmio da derrota. Marcou duas vezes e garantiu o empate. Depois do primeiro gol, desabafou na comemoração pedindo "respeito" aos torcedores.

Quem decepcionou: Ruan

Zagueiro errou nos dois gols do Cuiabá. No primeiro, saiu da defesa para pressionar adversário no meio-campo. gerou desencaixe. No segundo, demorou para sair em perseguição a Marllon — que cabeceou forte na primeira trave.

Felipão muda todos os setores

O goleiro mudou, a defesa mudou, o meio-campo também foi alterado e o ataque igualmente passou por modificações. Brenno, Kannemann, Lucas Silva, Campaz e Diego Souza foram as novidades, na comparação com o jogo diante do Sport. O volante e o centroavante entraram nas vagas de Mathias Villasanti e Miguel Borja, convocado para seleção paraguaia e com lesão no tornozelo, respectivamente.

Grêmio diferente faz igual de novo

Não adiantou mudar. O Grêmio fez uma exibição cheia de problemas, tanto no ataque quanto na defesa. Mesmo com Campaz próximo de Douglas Costa e Alisson, foram poucas as chances de gol. E todas oriundas de lances individuais. No meio-campo, espaços generosos concedidos deixaram a defesa sobrecarregada. O efeito dominó de partidas recentes voltou a aparecer.

Cuiabá espera e é letal

Sem dar bote, fechando linhas de passe e atento, o Cuiabá explorou o que o Grêmio deu fácil: os espaços. No primeiro ataque, o time de Jorginho desencaixou o lado direito da defesa gremista. Terminou com chute forte de Max e gol.

Vinte e três tentativas. Um acerto

Os números se referem às tentativas de cruzamento do Grêmio, ainda no primeiro tempo. Sim, depois de levar 1 a 0, o time gaúcho passou a apostar tudo na bola aérea. Só conseguiu encaixar uma tentativa.

Grêmio reage com Ferreira e Churín

No intervalo, Felipão fez duas trocas e o Grêmio também foi mais agudo. A postura levou o resto a reboque. Na base da força e vontade, o time gaúcho empatou cedo e ficou o resto do segundo tempo dentro do campo do Cuiabá.

Dois gols em três minutos

O primeiro chute do Cuiabá no segundo tempo terminou em escanteio. E na cobrança, Marllon conseguiu escapar da marcação para fazer 2 a 1. O cabeceio no primeiro poste foi forte. Mas logo depois, o Grêmio empatou. Alisson aproveitou cruzamento de Rafinha e chutou à queima-roupa de Walter.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2 x 2 CUIABÁ
Motivo: 24ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e hora: 06/10/2021 (quarta-feira), às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Thiago Santos, Diego Churín (GRE); Alan Empereur, Lucas Ramos (CUI)
Gols: Max, aos 23 minutos do primeiro tempo (CUI); Alisson, aos seis minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Brenno; Vanderson, Ruan, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos (Jean Pyerre), Lucas Silva, Campaz (Ferreira); Alisson (Jhonata Robert), Douglas Costa e Diego Souza (Diego Churín). Técnico: Luiz Felipe Scolari

CUIABÁ: Walter; João Lucas, Marllon, Alan Empereur e Lucas Hernández (Lucas Ramos); Auremir, Pepê (Rafael Gava), Camilo (Jonatan Cafu) e Clayson (Felipe Marques); Max e Jenison. Técnico: Jorginho

Futebol