PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Arnaldo: Inter tem condição de brigar com o Corinthians por quarta força

Do UOL, em São Paulo

28/09/2021 04h00

O Internacional venceu o Bahia por 2 a 0 e se aproximou do G6, com 32 pontos, apenas um a menos que o Corinthians, tendo ainda um jogo atrasado contra o Red Bull Bragantino por fazer. Tem então, claro, condições de se colocar em uma posição até melhor na classificação do Campeonato Brasileiro em uma temporada que teve momentos conturbados, troca de técnico e eliminações traumáticas na Libertadores e na Copa do Brasil.

No podcast Posse de Bola #164, Arnaldo Ribeiro comenta a situação do Inter, assim como a do Fluminense, e afirma que o time treinado por Diego Aguirre tem boas condições de se colocar na briga pelo G4 do Brasileirão, concorrendo com times como o Corinthians.

"Eu vejo o Inter bem parecido com o Corinthians, acho que o Inter tem um time titular bom e jogando uma frente só, dá para encarar. O Aguirre é um bom treinador, o Aguirre acerta time. Demorou um pouco, mas ele é um bom treinador. O time começa a tomar pouco gol, fazer gol em detalhe, bola aérea, é um time de força, não é um time técnico, é um time de força, inclusive as estrelas contratadas são jogadores de força, o Taison sempre foi", diz Arnaldo.

"Agora tem algumas possibilidades no banco, o Guerrero passou a ter condição de entrar no segundo tempo, o Edenilson de novo faz uma temporada boa, está na seleção brasileira de novo, o Inter tem condição de brigar com o Corinthians ali para ser quarta força do Brasileirão. O Fluminense eu acho que um pouco menos potencial, mas pode chegar, Inter e Corinthians têm força sim para chegar", completa.

No caso do Fluminense, Arnaldo destaca como o time mais uma vez consegue melhorar sob o comando de Marcão, que já conseguiu a maior sequência invicta do clube em uma edição do Campeonato Brasileiro, com 16 partidas sem perder, sendo dez vitórias e seis empates.

"Assim como foi no ano passado, do técnico pelo Marcão, que é o cara da casa, que conhece bem, não provocou turbulências, pelo contrário, foi mais ou menos a mesma situação no ano passado, quando saiu o Odair e o Marcão terminou bem o ano. O Fluminense resolveu trocar o técnico mesmo tendo terminado o ano de forma bem razoável e o Marcão, sob o comando dele, com aquela mescla da molecada", diz Arnaldo.

"O que aconteceu no Fluminense com o Marcão foi aquilo, saiu o Nenê, o Cazares não joga mais, então é o Fred e os moleques. A gente está falando isso desde o início, o time do Fluminense, para ter possibilidades, tem que ter um veterano só, o melhor, e rechear o resto com moleques de força e é assim que está sendo o time do Fluminense", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol