PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Desfalcado, Atlético-MG coloca seu poderoso ataque à prova contra São Paulo

Sem Diego Costa, Keno e Savarino, Atlético-MG terá Hulk como grande destaque no setor ofensivo no Morumbi - Agência I7/Mineirão
Sem Diego Costa, Keno e Savarino, Atlético-MG terá Hulk como grande destaque no setor ofensivo no Morumbi Imagem: Agência I7/Mineirão

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

25/09/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Atlético-MG enfrenta o São Paulo, hoje (25), às 21h, com possibilidades de escalação reduzidas para o setor ofensivo. É que os atacantes Savarino, Diego Costa e Keno não viajaram para a capital paulista e são ausências certas na 22ª rodada do Brasileirão para o líder do campeonato.

Agora, aquele que poderia ser um cenário alarmante para a grande maioria dos elencos da competição acaba, para o Galo acaba sendo mais uma chance de mostrar a força de seu elenco. E torna o time um dos favoritos ao título em todas as competições que disputa.

No total são oito atacantes no time principal, mas quase a metade estará indisponível para o confronto com o Tricolor. Ainda assim, Cuca vai poder escolher uma formação com o astro Hulk —titular absoluto e artilheiro atleticano — acompanhado por Vargas (titular da seleção chilena) e Sasha, além dos caçulas Sávio e Echaporã.

Agora com os desfalques anunciados, Sasha e Vargas, até pela maior experiência e rodagem, têm mais chances de iniciarem como titulares ao lado de Hulk. Por sinal, não faz muito tempo que o próprio Sasha mostrou como ainda pode ser relevante para o time. Foi dele o gol de empate no empate com o Flu em São Januário, há um mês. Na ocasião, recebeu ótimo passe do meia Nathan, numa combinação decisiva de reservas.

Ponto forte do Galo, o ataque já marcou 88 gols nesta temporada. Desses, 21 foram anotados por Hulk, sendo oito só no Brasileiro. Vargas é o segundo atacante com mais gols no elenco, com oito marcados nesta temporada. No Brasileirão, são 32 gols, como o segundo melhor ataque (ao lado do Palmeiras). Mesmo com dois jogos a menos, o Flamengo tem 35 gols.

Desfalques? Só em último caso

Para Cuca, em que pese o progresso atleticano em três frentes (Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil), mudanças mais bruscas na base do time só tendem a acontecer, mesmo, quando houver jogadores lesionados ou apontando desgaste físico. Do contrário, se o atleta estiver apto e com boa condição física, vai para o jogo.

"Lógico que se você tiver um jogador que está um pouco desgastado por uma razão ou outra, você vai preservar. Agora, se não tiver a necessidade, para que vai preservar quem não precisa? Preservar quem está se cuidando, quem joga, e a sequência de jogos é o melhor que existe, até para um entrosamento que não temos 100%. Preservar é uma coisa, por querer é outra. Se o cara tiver na condição ideal, vai jogar. E vão lutar pelo espaço quem está fora", explicou Cuca.

Sem revelar o time titular de forma antecipada, Cuca, até mesmo pelo seu discurso, não deve fazer mudanças radicais na equipe para o jogo contra o São Paulo.

"Se for pegar as equipes de ponta da Europa, dos grandes campeonatos europeus, olha o tamanho de rodagem dos jogadores. Olha se eles não usam muito mais a equipe principal do que rodagem de elenco. Geralmente as equipes que são mais vencedoras, se buscar nos grandes times da Europa, isso acontece (...) Você tem que ter 15, 16, 18 titulares que você sabe que você conta com eles", afirmou.

"Mas, só se preserva jogador se tiver uma necessidade. Dentro disso do que a gente fala, eu não trabalho sozinho, trabalho com fisiologia, preparação física, e os nossos índices de lesão muscular são baixíssimos. Amanhã pode acontecer, como aconteceu em outros times, aconteceu comigo. Os índices de lesão nossos são muito baixos, e olha que estamos jogando oito, nove partidas por mês", explicou.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X ATLÉTICO-MG

Motivo: 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data e horário: 25 de setembro de 2021, às 21h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Miranda, Arboleda e Léo; Igor Vinicius (Galeano), Reinaldo, Luan, Gabriel Sara e Rodrigo Nestor; Rigoni e Luciano (Pablo). Técnico: Hernán Crespo

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano (Guga), Júnior Alonso (Igor Rabello), Nathan Silva e Guilherme Arana; Jair, Allan (Nathan), Zaracho e Nacho Fernández; Hulk e Vargas.

Atlético-MG