PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG faz mistério por Diego Costa, que treina em até três períodos

Savarino e Diego Costa estão indisponíveis no Atlético-MG, que faz força-tarefa para liberar atacantes para decisões - Pedro Souza/Atlético-MG
Savarino e Diego Costa estão indisponíveis no Atlético-MG, que faz força-tarefa para liberar atacantes para decisões Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

24/09/2021 04h00

Classificação e Jogos

O calendário de decisões do Atlético-MG segue recheado e o clube, que divide atenções no Campeonato Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil, trabalha para ter todo o elenco à disposição do técnico Cuca nos confrontos importantes. Mas, para isso, dois jogadores precisariam se recuperar rapidamente, os atacantes Diego Costa e Savarino, que fazem trabalhos especiais no departamento médico e na transição, respectivamente.

A situação que demanda mais cuidados é a de Diego Costa. Ele sofreu uma lesão na parte posterior da coxa esquerda aos oito minutos do segundo tempo na partida de ida das semifinais da Copa Libertadores, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. O Atlético-MG oficialmente não divulgou o grau do problema na perna do hispano-brasileiro e faz mistério, até com certo jogo de cena, para esconder dos rivais a real condição física do atacante, praticamente vetado para a partida deste sábado (25), às 21h, contra o São Paulo, no Morumbi, pela 22ª rodada do Brasileirão.

Os perfis do Atlético-MG nas redes sociais exibiram ontem (23) imagem de Diego Costa com a mensagem de que o clube trabalha para ter o centroavante apto a atuar contra o Palmeiras na partida de volta da Libertadores, na terça-feira (28), às 21h30, no Mineirão. Um jogo de cena conhecido no futebol, no intuito de pelo menos confundir o próximo adversário.

O próprio Diego publicou em seu Instagram pessoal uma foto na academia da Cidade do Galo, em cima de uma bicicleta ergométrica, ao lado de outros atletas atleticanos, o que acabou animando os torcedores. Porém, o UOL Esporte apurou que a situação médica do jogador não é tão simples assim.

A lesão sofrida por Diego Costa foi de intensidade média (grau 2), atingindo o bíceps femoral da coxa esquerda. Em pessoas comuns, ou seja sem histórico de atleta, segundo um fisioterapeuta consultado pela reportagem, esse tipo de contusão demandaria aproximadamente oito semanas — dois meses — de tratamento até a cicatrização.

No entanto, como Diego Costa tem toda uma estrutura profissional médica à disposição, esse prazo pode ser reduzido com intensidade no tratamento. Mas, o centroavante poderia precisar de algo em torno de 15 a 25 dias para voltar aos gramados. Tempo superior à data do confronto com o Palmeiras, marcado para o dia 28 — daqui a quatro dias.

O UOL também apurou que o jogador faz atividades específicas por três períodos, dois na Cidade do Galo, observado pelos médicos, e ainda cumpre um cronograma de atividades em sua própria casa. Tudo por uma tentativa de acelerar ao máximo a recuperação.

Savarino

Já o atacante venezuelano está à frente no quesito recuperação e segue trabalhos de transição no centro de treinamento alvinegro. Savarino se machucou no dia 9 de setembro, durante a partida Paraguai e Venezuela, e teve problemas no tendão do adutor da coxa direita. Ontem, o Atlético-MG divulgou um vídeo do atleta trabalhando com bola em uma atividade com o técnico Cuca.

O departamento médico do Atlético-MG também não deu parecer sobre o período de recuperação de Savarino, que deve ficar fora contra o São Paulo, mas pode, quem sabe, aparecer pelo menos no banco de reservas no duelo com o Palmeiras na próxima semana.

Atlético-MG