PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Sylvinho chega ao Dérbi em xeque; Palmeiras derrubou Mancini e Tiago Nunes

Sylvinho observa treino do Corinthians no CT Dr. Joaquim Grava - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Sylvinho observa treino do Corinthians no CT Dr. Joaquim Grava Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

24/09/2021 04h00

Classificação e Jogos

O técnico Sylvinho vai para o clássico com o Palmeiras, sábado (25), balançando no cargo. Embora conte com o respaldo da diretoria, o comandante do Corinthians vem sendo muito criticado pelos torcedores e entra pressionado no duelo. Nas últimas edições do Dérbi, derrotas para o rival resultaram nas quedas de Tiago Nunes e Vagner Mancini.

O confronto com o Palmeiras de Abel Ferreira é encarado com a possibilidade de ser um divisor de águas no Parque São Jorge. Vice-líder do Campeonato Brasileiro e semifinalista da Copa Libertadores, o Alviverde é um dos times a ser batido no cenário nacional. Soma-se a isto o fato de o Corinthians ainda não ter vencido um clássico em sua arena em toda a temporada 2021.

A expectativa no CT Joaquim Grava é enorme. Afinal, será a primeira vez que os quatro reforços trazidos pela diretoria na última janela de transferências (Giuliano, Renato Augusto, Roger Guedes e Willian) iniciarão como titulares. O clima nos bastidores do elenco é de que é necessário dar uma reposta positiva aos torcedores insatisfeitos pelos três empates seguidos e o distanciamento do G4 do Brasileirão.

Nos últimos dias, mesmo com os pedidos da torcida por mudanças na comissão técnica, a cúpula do Alvinegro sequer cogitou a troca no comando técnico da equipe. Contudo, recentes decepções no Dérbi custaram a demissão no Parque São Jorge. No Campeonato Paulista deste ano, após a eliminação em casa para o Palmeiras no duelo único da semifinal, Vagner Mancini deu adeus.

Na temporada passada, mesmo com a perda do título estadual para o Alviverde, a diretoria do Corinthians segurou Tiago Nunes. No entanto, uma nova derrota para o Palmeiras, em casa, desta vez pelo Campeonato Brasileiro foi decisiva para a demissão do comandante.

Para fugir dessa trilha, o técnico precisa que seu time faça valer o mando de campo na Arena. O Timão tem seu pior aproveitamento em casa desde que o Brasileirão adotou o sistema de pontos corridos em 2003, como o UOL mostrou em levantamento publicado nesta semana.

É neste cenário que o Corinthians do técnico Sylvinho entrará em campo no sábado. Uma vitória dará tranquilidade ao Alvinegro, que conta os dias para o retorno do público em Itaquera. Por outro lado, um fracasso em casa pode tirar o time da zona de classificação para a Copa Libertadores e só piorar a relação com a torcida.

Corinthians