PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Público nos estádios de SP será distribuído por setores, diz coordenador

Allianz Parque antes da partida entre Palmeiras e Atlético-MG pela semifinal da Libertadores - VINICIUS NUNES/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO
Allianz Parque antes da partida entre Palmeiras e Atlético-MG pela semifinal da Libertadores Imagem: VINICIUS NUNES/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/09/2021 10h33

Classificação e Jogos

Coordenador executivo do Centro de Contingência de Combate ao Coronavírus do Governo de São Paulo, João Gabbardo detalhou como ocorrerá a volta do público aos estádios a partir de 4 de outubro.

Em entrevista à CNN Brasil, Gabbardo explicou que os torcedores serão distribuídos entre os setores dos estádios. A princípio, está autorizada a utilização 30% da capacidade.

"Fizemos um acordo com a Federação Paulista de Futebol (FPF). A primeira delas: 30% da capacidade do estádio. Reforçamos que não é 30% da capacidade [concentrada] em um determinado setor do estádio. Estamos reforçando que os 30% devem ser distribuídos em cada setor em que o estádio oferece acomodação", falou Gabbardo.

"Estávamos prevendo liberação dos públicos em evento como partidas de futebol para início de novembro. Mas, em função dos números que temos, o baixo número de casos, internações e óbitos, e de a delta não ter tido um impacto grande em São Paulo, e isso se deve ao nível de imunização elevada que temos, é possível que façamos [a volta do público aos estádios] de forma gradual", completou.

O coordenador ainda explicou que a compra dos ingressos será realizada através do site da FPF.

"Os ingressos serão comprados pelo aplicativo, pelo site da federação, e será exigido para a compra a comprovação da vacina e, para quem tomou apenas uma dose, haverá a necessidade complementar de apresentar o teste", disse Gabbardo.

"Estando tudo certo no início do mês de outubro, ai vamos ampliar para 50% em meados de outubro, mantendo essas mesmas recomendações", encerrou.

Futebol