PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Paes revela conversa com CBF por Mundial no RJ, mas cita Ásia como favorita

Estádio do Maracanã vazio - Divulgação/@Libertadores
Estádio do Maracanã vazio Imagem: Divulgação/@Libertadores

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/09/2021 19h42

A candidatura do Rio de Janeiro para ser sede do Mundial de Clubes de 2021 está em curso, segundo declarações do prefeito Eduardo Paes, que abordou o tema em uma live.

Paes garantiu que está negociando com dirigentes, porém afirmou que a missão é para lá de improvável por conta de uma predileção da Fifa pelo continente asiático.

"Estamos trabalhando, é o desejo do Rio. Seria super interessante, estou falando com a CBF e outros dirigentes. Não é simples, parece que tem uma predileção pela Ásia. Mas estamos trabalhando e negociando para que isso aconteça", disse.

Torcedor do Vasco, o prefeito brincou com os torcedores do Flamengo, um dos clubes brasileiros que ainda podem confirmar presença na próxima edição do evento:

"É uma certa arrogância do flamenguista achar que já está no Mundial de Clubes. Os flamenguistas estão achando que estou fazendo isso por eles"
Fla, Atlético-MG e Palmeiras são três dos quatro semifinalistas da Libertadores (o equatoriano Barcelona é o outro). Segundo o blog do jornalista Marcel Rizzo, do UOL Esporte, o regulamento do torneio impede que dois clubes da mesma associação disputem o troféu. Caso um deles vença a competição continental, a outra vaga da América do Sul seria herdada pelo melhor colocado no campeonato continental não seja da federação anfitriã.

O Mundial seria disputado no Japão, mas o país asiático abriu mão da organização por conta da pandemia do coronavírus. Egito, África do Sul e Qatar surgem como outras alternativas.

Futebol