PUBLICIDADE
Topo

Paris Saint-Germain

Messi passa em mais de 50% as vendas de camisas de Neymar em sua chegada

Messi e Neymar durante treino do PSG - Bertrand Guay/AFP
Messi e Neymar durante treino do PSG Imagem: Bertrand Guay/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/09/2021 09h53

A chegada de Lionel Messi ao Paris Saint-Germain já rendeu um bom dinheiro para o clube. O argentino faz a equipe parisiense crescer nas vendas de camisetas, torcedores e até nos patrocinadores.

Faz apenas um mês que o jogador chegou a Paris e ele já superou em mais de 50% as vendas de camisas que Neymar conseguiu vender em sua época após assinar com o PSG.

Messi também aumentou o número de seguidores do clube. Mais de 25 milhões de pessoas passaram a acompanhar o time parisiense nas redes sociais, chegando a 140. Com isso, o PSG se tornou a empresa ou marca mais seguida no Instagram, com 49 milhões.

Além disso, é importante citar os patrocinadores. Christian Dior se tornou o novo patrocinador do clube, substituindo Hugo Boss. Além disso, a plataforma de criptomoedas 'Crypto.com' designa entre 25 e 30 milhões de euros ao PSG (entre R$ 155,2 e R$ 186,2 milhões, na cotação de hoje), sem contar os bônus. Vale mencionar que nesses acordos o argentino também recebe uma comissão.

A Nike, fabricante dos artigos do PSG, decidiu lançar uma terceira linha com 100 mil camisetas, chamada de "fan jersey". É uma coleção atemporal com os nomes dos jogadores, incluindo o de Messi. No final deste mês, 10 mil cópias serão comercializadas. O clube parisiense espera um aumento nos pedidos de camisas de 30% a 40% em relação aos anos anteriores.

Paris Saint-Germain