PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Atlético-MG bate o Fortaleza e abre sete pontos na liderança do Brasileirão

Atlético-MG comemora gol contra o Fortaleza pelo Brasileiro - Kely Pereira/AGIF
Atlético-MG comemora gol contra o Fortaleza pelo Brasileiro Imagem: Kely Pereira/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

12/09/2021 17h58

Classificação e Jogos

O Atlético-MG venceu mais uma no Campeonato Brasileiro - desta vez, a vítima foi o Fortaleza. Na tarde de hoje (12), o Galo fez 2 a 0 em cima do Leão do Pici no Castelão, em jogo válido pela 20ª rodada, e aumentou sua distância para o segundo colocado, o Palmeiras. Os gols do Alvinegro foram marcados por Zaracho e Junior Alonso.

Com a vitória, o Atlético-MG chega aos 42 pontos, sete a mais do que o Verdão, que perdeu para o Flamengo.

O Galo muda o foco agora para a Copa do Brasil. Na quarta-feira (15) o Alvinegro faz o jogo de volta das quartas de final contra o Fluminense, às 19h, no Mineirão. Na partida de ida, o alvinegro levou a melhor e venceu por 2 a 1.

O Fortaleza também tem a Copa do Brasil pela frente. O Leão enfrenta o São Paulo no Castelão, nesta quarta, às 21h30. Na ida, no Morumbi, o jogo 2 a 2.

Primeiro tempo 'pegado'

O primeiro tempo foi intenso, disputado principalmente no meio-campo. O Fortaleza finalizou mais e assustou com mais ímpeto o goleiro do Atlético-MG, mas o placar não foi modificado nos primeiros 45 minutos. Como são dois times bem organizados e com características ofensivas, se esperava um jogo até mais franco. Só que não foi bem assim, com muita cautela de ambos os lados.

O nervosismo foi uma característica da primeira metade do jogo, com jogadores e técnico do Atlético-MG reclamando muito da arbitragem. Houve também duelos particulares dentro do gramado, com Lucas Lima discutindo com Guilherme Arana e Nacho Fernández.

Só deu Galo na segunda etapa

Na segunda etapa, os rumos do jogo começaram a mudar bem cedo. Nos minutos iniciais, o Galo abriu o placar após trama ofensiva entre três jogadores importantes do sistema ofensivo alvinegro: Zaracho, Nacho Fernández e Hulk. O gol deu mais tranquilidade para os atletas e o técnico Cuca, que terminou o primeiro tempo nervoso, mas mudou seu semblante após sua equipe marcar.

O Galo foi superior durante toda a segunda etapa e foi contemplado com mais um gol. O paraguaio Junior Alonso ampliou de cabeça, colocando o time ainda mais favorável na luta pelo título brasileiro.

Quem foi bem: Zaracho

O meio-campo argentino mostra a cada jogo o quanto tem sido importante para o Atlético-MG, sendo boa opção para a transição ofensiva alvinegra e também aparecendo como elemento surpresa dentro da área adversária.

Quem foi mal: Yago Pikachu

Muito se esperou do polivalente Pikachu, um dos destaques do Fortaleza, mas o jogador esteve apagado enquanto esteve em campo.

Invencibilidade

O Galo alcançou sua maior sequência de invencibilidade como visitante no Brasileirão desde que a competição passou a ser disputada no atual formato.

Com a vitória em cima do Fortaleza, o time alvinegro agora soma sete partidas sem perder longe de seus domínios. Antes, a melhor performance atleticana havia acontecido na campanha do vice-campeonato nacional em 2012, com seis jogos sem perder fora de Belo Horizonte.

Cronologia do jogo

Aos 3 minutos do segundo tempo, Nacho Fernández tocou para Hulk, que passou para Vargas. O chileno limpou a jogada para deixar a bola limpa para Zaracho, que chutou caindo e abriu o placar.

Aos 23 minutos do segundo tempo, o paraguaio Junior Alonso ampliou o placar. Nacho Fernández cruzou no primeiro pau, e o zagueiro apareceu com tudo para marcar de cabeça.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 0 x 2 ATLÉTICO-MG

Motivo: 20ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data e horário: 12 de setembro de 2021, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA/SC)
Auxiliares: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)
VAR: Wagner Reway (PB)
Gols: Zaracho (3' 1ºT), Junior Alonso (23' 2ºT)
Cartão amarelo: Tinga (FOR); Mariano, Cuca, Jair (CAM)
Cartão vermelho:

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Benevenuto, Titi; Yago Pikachu (Edinho), Ederson e Matheus Jussa (Matheus Vargas); Lucas Lima (Romarinho), Lucas Crispim; David (Wellington Paulista) e Robson (Igor Torres). Técnico: Juan Pablo Vojvoda

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano (Guga), Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Zaracho, Jair (Réver) e Nacho Fernández (Nathan); Hulk (Keno) e Eduardo Vargas (Diego Costa). Técnico: Cuca