PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro fica próximo de igualar sua maior série invicta na Série B

Jogadores da Raposa vivem bom momento e querem ampliar sequência positiva com Vanderlei Luxemburgo - Bruno Haddad/Cruzeiro
Jogadores da Raposa vivem bom momento e querem ampliar sequência positiva com Vanderlei Luxemburgo Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Bruno Fernandes

Colaboração para o UOL, em Maceió (AL)

30/08/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Cruzeiro está perto de igualar sua maior série invicta em uma edição da Série B do Campeonato Brasileiro após o empate de ontem (28) em 0 a 0 com o CRB, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 21ª rodada. Com o resultado, a Raposa agora ocupa a 14ª posição na tabela.

Na edição passada, a equipe mineira passou nove jogos sem revés enquanto ainda era treinada por Felipão. Ao todo foram quatro vitórias —Operário-PR, Paraná, Botafogo-SP e Chapecoense— e cinco empates —Oeste, Juventude, Náutico, Guarani e Figueirense.

Na edição da Série B deste ano, antes do empate diante do CRB, a Raposa conseguiu sair com vitória diante de Brusque, Náutico e Confiança e empates com Vila Nova, Londrina, Vitória e Sampaio Corrêa.

Da sequência de oito jogos sem perder até agora, Vanderlei Luxemburgo, que chegou ao clube na 16ª rodada, é responsável por seis resultados. Antes disso, a equipe empatou duas vezes enquanto o técnico Mozart, demitido na 15ª rodada, comandava a equipe.

Desde que chegou ao comando da Raposa, Vanderlei Luxemburgo empatou três partidas e venceu outras três, com um aproveitamento de 66% dos 18 pontos disputados. Com essa sequência, o comandante está próximo de igualar Luiz Felipe Scolari enquanto esteve à frente do time na Série B do ano passado, dividindo o mérito da sequência positiva com Mozart.

Jejum contra times alagoanos

Embora tenha se aproximado de sua melhor sequência de invencibilidade em sua curta história na Série B, o Cruzeiro manteve um jejum de três anos sem vencer uma equipe alagoana na tarde de ontem.

Desde 2019, a equipe celeste não consegue superar as equipes alagoanas que enfrenta, o que tem dificultado para a Raposa alcançar seus objetivos. De lá para cá, mineiros e alagoanos se enfrentaram 10 vezes.

Em 2019, foram dois jogos com o CSA. Já em 2020, foram quatro partidas contra CRB (Série B e Copa do Brasil) e duas com o CSA (Série B). Neste ano, o CRB venceu a equipe celeste ainda na segunda rodada. O CSA fez o mesmo, no Estádio Rei Pelé, na sétima rodada da competição.

A última vez que o Cruzeiro venceu um alagoano foi contra o Murici, pela Copa do Brasil de 2017, por 2 a 0 no jogo de ida e 3 a 0 no de volta. O time terá uma nova chance de quebrar o jejum quando voltar a enfrentar o CSA pelo segundo turno da Série B.

Na próxima rodada, o Cruzeiro encara o Goiás, no estádio Serrinha, na terça-feira (7), às 21h30.

Futebol