PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Camisas do Vasco serão leiloadas e lucro irá para instituição LGBTQIA+

Germán Cano ergue a bandeira LGBTQIA+ na comemoração de gol na vitória contra o Brusque - Rafael Ribeiro / Vasco
Germán Cano ergue a bandeira LGBTQIA+ na comemoração de gol na vitória contra o Brusque Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Do UOL, em São Paulo

29/06/2021 11h12

O domingo (27) foi marcado pela vitória do Vasco contra o Brusque e contra o preconceito. O time carioca, que entrou em campo com camisas que estampavam as cores da bandeiras LGBTQIA+, irá leiloar o uniforme usado pelos titulares, revertendo todo lucro para a Casa Nem, instituição que acolhe pessoas transgênero em situação de vulnerabilidade no Rio de Janeiro.

O leilão será organizado pela plataforma Play for a Cause, e os lances iniciais pelas camisas são de R$ 700 por peça. Além das camisas leiloadas, a versão especial do uniforme vascaíno foi esgotada em questão de horas, ainda antes do jogo de domingo.

Durante os 90 minutos entre Vasco e Brusque, o atacante Germán Cano entrou para a história do clube carioca, e do futebol brasileiro, ao erguer a bandeira LGBTQIA+ na comemoração de seu gol. A manifestação espontânea do artilheiro cruz-maltino serviu para reforçar os laços entre ele, o clube e a torcida, além de reforçar o bom posicionamento social do Vasco.

Em nota que detalha todas as ações do clube durante o Mês do Orgulho, o Vasco afirma que lutar contra preconceitos no esporte e na sociedade faz parte do DNA vascaíno. O time ainda se comprometeu a continuar a apoiar a causa LGBTQIA+ mesmo após o Mês do Orgulho.

O Vasco da Gama pretende continuar o importante debate com as Políticas de Inclusão, Respeito e Diversidade e a carteirinha com nome social, mas também tem a intenção de propor uma campanha educativa quando o público voltar à São Januário, contribuindo para a mudança em um dos principais ambientes de preconceito: os estádios.

Futebol