PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo busca empate contra o Ceará, mas segue na zona de rebaixamento

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

27/06/2021 22h25

Classificação e Jogos

Em um jogo marcado pela desatenção dos defensores dos dois times, Ceará e São Paulo ficaram no empate por 1 a 1, na noite deste domingo (27). O resultado mantém o Tricolor na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro após sete rodadas, enquanto o Vozão estaciona no meio da tabela e interrompe o desejo de entrar no grupo dos seis primeiros classificados.

O confronto no Castelão não foi de grande qualidade técnica. O Ceará começou recuado, apostando na velocidade dos contra-ataques, e o São Paulo focou na qualidade técnica de seus meio-campistas. Os primeiros minutos foram mornos, sem grandes lances de perigo, até que arrancada de Saulo Mineiro e a desatenção da zaga são-paulina resultou no gol de Jorginho ainda no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o São Paulo mudou a postura dentro de campo, passou a ser mais organizado e logo conseguiu o empate em um gol contra do lateral Gabriel Dias. Daí em diante, a partida voltou a entrar em equilíbrio, os dois treinadores abriram suas equipes, colocaram atacantes em campo, mas não conseguiram reverter o resultado.

O melhor: Saulo Mineiro

Além de ter criado toda a jogada do gol do Ceará, foi o atleta mais lúcido em campo. Deu muito trabalho aos defensores do São Paulo e apenas não fez seu gol porque Volpi estava em grande noite. Saiu no fim por cansaço.

O pior: Bruno Alves

Perdeu na corrida, tropeçou e foi driblado no lance do gol do Ceará. Ainda ficou desatento nos rebotes e deixou Jorginho livre para marcar. No segundo tempo levou um cartão amarelo por falta em Vina.

São Paulo na zona de rebaixamento

O início do São Paulo no Campeonato Brasileiro é preocupante. Em 21 pontos disputados, o Tricolor conseguiu apenas quatro (aproveitamento de apenas 19%) e está entre os quatro últimos colocados. A equipe ainda não venceu na competição nacional. Por sua vez, o Ceará chega aos nove pontos e se mantém no meio da tabela.

Léo vira desfalque de última hora

Desfalcado do técnico Hernán Crespo, diagnosticado com Covid-19, o São Paulo ganhou outro desfalque de última hora no duelo contra o Ceará. Escalado como titular, o zagueiro Léo sentiu um desconforto durante o aquecimento e foi cortado da partida minutos antes do apito inicial. O auxiliar Juan Branda optou em colocar Wellington na vaga e improvisou Reinaldo ao lado de Bruno Alves e Diego Costa.

Volpi defende três vezes, mas não impede gol do Ceará

Depois de um começo de jogo morno no Castelão, a equipe da casa conseguiu abrir o placar em lance protagonizado por Saulo Mineiro. O atacante recebeu passe em profundidade, ganhou na corrida de Bruno Alves, invadiu a área são-paulina e parou, duas vezes, em Tiago Volpi. O jogador, no entanto, pegou outro rebote e rolou para Marlon chutar de fora da área. O camisa 1 fez a terceira defesa, mas a zaga tricolor deu mole novamente e deixou Jorginho pegar o rebote e abrir o placar para o Vozão.

São Paulo empata com gol contra

Se o gol do Ceará no primeiro tempo foi chorado, o empate do São Paulo na partida não deixou por menos. Em jogada trabalhada por Reinaldo e Vitor Bueno pela esquerda, a bola chegou dentro da área, Eder ajeitou para Bueno e o meia-atacante chutou mascado. A zaga cearense afastou mal e Eder deu um voleio no rebote. O goleiro Richard conseguiu fazer a defesa e espalmou para dentro da pequena área, mas a bola bateu no pé de Gabriel Lacerda e ultrapassou a linha do gol.

Ceará reclama pênalti

No segundo tempo, a equipe do Ceará reclamou bastante de um suposto pênalti cometido por Reinaldo dentro da área. Buiú cruzou e Reinaldo esticou a perna para desviar a bola, que acabou resvalando em seu braço direito. O VAR analisou o lance, mas não viu irregularidade.

Mendoza manda para fora a melhor chance do jogo

Aos 43 minutos do segundo tempo, o Ceará criou sua melhor oportunidade na partida. O ponta Kelvyn avançou pelo lado direito, simulou a finalização e rolou para Mendoza, livre de marcação e posicionado entre a marca do pênalti e a linha da pequena área, chutar de primeira e isolar a bola por cima.

Próximos jogos

O Ceará volta a campo na próxima quinta-feira (1°) para enfrentar o líder Red Bull Bragantino, no interior de São Paulo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor do Morumbi joga um dia antes, contra o Corinthians, na Neo Química Arena. O clássico Majestoso marca a possibilidade do São Paulo quebrar o tabu de jamais ter vencido o rival atuando em Itaquera.

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ 1 x 1 SÃO PAULO
Competição: Campeonato Brasileiro - 7ª rodada
Data: 27/06/2021 (domingo)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
VAR: Emerson Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelos: Jorginho, Gabriel Lacerda, Jael e Saulo Mineiro (Ceará); Hernanes, Wellington, Eder, Bruno Alves, Benítez e Reinaldo (São Paulo)
Gols: Jorginho, aos 22' do 1º tempo (CEA); Gabriel Dias (contra, SPA), aos 6' do 2º tempo (1-1)

CEARÁ: Richard; Gabriel Dias, Messias, Gabriel Lacerda (Buiú) e Bruno Pacheco; Fernando Sobral, Marlon (Charles), Lima (Vina), Jorginho (Kelvyn), Mendoza; Saulo Mineiro (Jael). Técnico: Guto Ferreira

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Daniel Alves, Rodrigo Nestor (Rigoni), Liziero, Igor Gomes (Luan) e Wellington; Vitor Bueno (Pablo) e Eder (Benítez). Técnico: Juan Branda

Futebol