PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio e Fortaleza perdem pênaltis e empatam sem gols em Porto Alegre

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

27/06/2021 21h59

Classificação e Jogos

Grêmio e Fortaleza tiveram chances iguais, mas não conseguiram marcar nenhum gol hoje (27), em Porto Alegre. O placar de 0 a 0 em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro mantém o time gaúcho na lanterna e sem nenhuma vitória no torneio, além da série de duelos sem vitória para a equipe cearense. O confronto na Arena do Grêmio teve expulsão, dois pênaltis (um para cada lado) e duas defesas dos goleiros.

Yago Pikachu cobrou o pênalti defendido por Gabriel Chapecó, do Grêmio. E o lateral direito desperdiçou rebote. Diego Souza foi quem chutou a penalidade defendida por Felipe Alves.

Kannemann recebeu cartão vermelho na jogada que terminou no primeiro pênalti da noite. No lance a favor do Fortaleza, o VAR chamou para revisar a cor do cartão. Na penalidade para o Grêmio, o árbitro de vídeo comunicou que não houve impedimento na origem da jogada que culminou com toque de mão de Osvaldo.

Com o placar, o Grêmio chega a dois pontos em cinco partidas. O Fortaleza acumula 12.

O Grêmio volta a campo contra o Juventude, e o Fortaleza recebe a Chapecoense. Os dois jogos serão na quarta-feira (30).

Quem foi bem: Gabriel Chapecó

Segundo reserva, o goleiro errou um chutão após recuo da zaga, mas se redimiu, e muito, logo depois. Na cobrança de pênalti de Yago Pikachu, acertou o canto e fez uma defesa importante. Na sequência, executou outra intervenção à queima-roupa.

Quem decepcionou: Diego Souza

Centroavante teve a chance de decidir o jogo. Na cobrança de pênalti, bateu à meia altura e viu Felipe Alves saltar certo para espalmar. Artilheiro teve lance com bola rolando, minutos antes, onde fez tudo certo e deu azar pela defesa do goleiro do Fortaleza.

Douglas Costa começa pela primeira vez

No terceiro jogo desde que voltou ao Grêmio, camisa 10 fez a primeira partida como titular. Ao longo do duelo deste domingo, esbanjou técnica e velocidade. Mesmo com sinais de falta de ritmo e ainda fora da forma ideal, o meia-atacante criou e levou perigo e temor os marcadores.

Grêmio investe no jogo pela direita

A presença de Douglas Costa deu drible e velocidade ao Grêmio. Como consequência, o time praticamente só atacou pelo lado do campo onde esteve o camisa 10. A parceria com Rafinha, no entanto, não deu tanta dinâmica. As melhores chances por ali foram na base da individualidade do meia-atacante.

Thiago Santos sai e Lucas Silva entra; tudo muda

O início de jogo do Grêmio foi de intensidade e volume. E relativo controle. Mas com 20 minutos, Thiago Santos sentiu lesão muscular e saiu para entrada de Lucas Silva. A troca abriu um novo período dentro do jogo, onde os dois times tiveram muito espaço para transição. O duelo aberto, no entanto, não rendeu tantas chances claras. Vivas.

Fortaleza vai por dentro (e vai bem)

Ronald, Éderson e Romarinho tiveram mais espaço, no decorrer do primeiro tempo, mas durante todo o jogo a ideia do Fortaleza foi explorar as costas do meio-campo gremista. Deu certo em vários momentos. No ataque, Robson incomodou a defesa do Grêmio.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 0 x 0 FORTALEZA
Data e hora: 27/06/2021 (domingo), às 20h30 (horário de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
VAR: Pericles Bassols Pegado Cortez (SP)
Cartões amarelos: Douglas Costa, Diogo Barbosa (GRE); Éderson, Ronald, Titi, Osvaldo (FOR)
Cartão vermelho: Kannemann (GRE)

GRÊMIO: Gabriel Chapecó; Rafinha, Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Lucas Silva), Matheus Henrique (Paulo Miranda), Victor Bobsin, Douglas Costa (Ricardinho) e Ferreira; Diego Souza (Diego Souza). Técnico: Tiago Nunes

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Picachu, Éderson, Ronald (Felipe), Lucas Crispim; Romarinho (Osvaldo); Robson (Igor Torres) e David. Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Futebol