PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em busca de eficiência, Fluminense sofre com escassez de gols no Brasileiro

Fred está sem marcar há cinco jogos pelo Fluminense - Jorge Rodrigues/AGIF
Fred está sem marcar há cinco jogos pelo Fluminense Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Do UOL, em São Paulo

24/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Fluminense teve um início promissor de Campeonato Brasileiro, mas após os seis primeiros jogos, um fato importante vem chamando a atenção e ficou evidente na derrota para o Atlético-GO por 1 a 0, ontem (23), no Estádio Antônio Accioly: a escassez de gols.

O Tricolor foi às redes adversárias apenas cinco vezes e vem mostrando dificuldade para impor o modelo de jogo que já foi vitorioso na temporada 2021. Contra o Atlético-GO, criou poucas chances de gol e permitiu que uma blitz do adversário na reta final da partida o deixasse sem ponto conquistado em Goiânia.

O técnico Roger Machado ficou insatisfeito com o desempenho ofensivo de sua equipe, disse que tentou buscar alternativas durante o confronto, mas não se mostrou favorável a grandes mudanças. Para ele, o Fluminense tem um estilo claro de atuar e que não pode ser mexido aleatoriamente.

"Procuramos as variações, mas acima de tudo fazer bem o que vem fazendo. Não dá para, a todo momento de dificuldade, trocar a forma de jogar porque não está encaixando. É melhor fazer bem o que a gente fez até agora, não necessariamente trocar. O time tem característica marcante, com defesa sólida e procurar o gol pela eficiência. E quando ela não acontece, vai ter mais dificuldade de vencer", declarou após o duelo contra o Atlético-GO.

A falta de eficiência diagnosticada por Roger já foi sua aliada em outros tempos. Há uma semana, quando derrotou o Santos por 1 a 0 no Maracanã, ele elogiou a postura de seus jogadores, que aproveitaram bem seus bons momentos para matar o jogo.

"A questão é ter eficiência. Posse de bola versus quantas vezes você chega no último terço do adversário versus quantas vezes você finaliza no alvo. Terão jogos que nós teremos muitas finalizações. Não será todo jogo que teremos três, quatro oportunidades de gol. Quando tivermos, temos que ser eficiente, como fomos", afirmou na ocasião.

Além de buscar mais eficiência de seus comandados, Roger também sofre com a baixa de seus centroavantes. Fred está em jejum no Brasileirão e não marcou nenhuma vez em suas últimas cinco atuações. O último gol do ídolo tricolor aconteceu no dia 2 de junho, na vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino na Copa do Brasil.

A seca de gols colide com a boa temporada que Fred vinha fazendo. Até então, o veterano centroavante tinha o retrospecto de 11 gols marcados em 14 partidas. O substituto natural de Fred também não está em seu melhor momento com a camisa do Fluminense. Abel Hernández está sem marcar há três partidas. O uruguaio, contratado nesta temporada do Internacional, já soma seis pelo Tricolor.

A próxima chance de o Fluminense se recuperar e acabar com o jejum de gols será no próximo domingo (27). O Tricolor enfrentará o Corinthians, em São Januário, pela sétima rodada do Brasileirão. Para essa partida, Roger Machado deve ter o retorno do atacante Caio Paulista e do lateral esquerdo Egídio, que foram poupados diante do Atlético-GO.

Futebol